terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Padre Cícero: Poder, fé e guerra no sertão

O ano de 2013 foi cheio de coisas novas e boas! Entre os vários textos que li, tive o prazer de conhecer um pouco mais da história de Padre Cícero Romão Batista1, 2, através da biografia escrita por Lira Neto3: "Padre Cícero: Poder, fé e guerra no sertão"4, o livro foi publicado quando se comemorava os setenta e cinco anos de morte do "Padim Ciço".
O livro foi dividido em duas partes. Na primeira, da infância, seus estudos, sua vida eclesiástica, os episódios que ocorreram com a Beata Maria de Araújo5 com as hóstias transformadas em sangue, a posição da igreja católica diante dos fatos ocorridos e a decisão da mesma com o afastamento de Padre Cícero de seus deveres pastorais. Na segunda parte, conta sua história política, seu papel com prefeito de Juazeiro e terceiro presidente do Estado do Ceará. O episódio da excomunhão, que ele nunca ficou sabendo e que depois foi revogada, apenas o impedindo de continuar realizando seus deveres pastorais. As guerras que aconteceram no sertão e sua morte em 20 julho de 1934.
A partir dessa leitura, muita coisa ficou esclarecida e passeia a enxergar a História de Padre Cícero com outros olhos. E nutrir um sentimento de respeito por esse homem que foi um farol para o sertão.


1. REISER, Márcio Antônio. A História dos Santos: Padre Cícero Romão Batista. Postado em: 11 fev 2010. Disponível em: <http://marcioreiser.blogspot.com.br/2010/02/padre-cicero-romao-batista.html> Acesso em: 31 dez 2013.
2, JUAZEIRO do Norte. Padre Cícero Romão Batista. Disponível em: <http://www.juazeiro.ce.gov.br/Cidade/Padre-Cicero/> Acesso em: 31 dez 2013.
3. LIRA Neto. Disponível em: <http://www.liraneto.com/> Acesso em: 31 dez 2013.
4. NETO, Lira. Padre Cícero: Poder, fé e guerra no sertão. São Paulo: Companhia das Letras, 2009. 557p. ISBN: 978-85-359-1558-7.
5. WALKER, Daniel. Beata Maria de Araújo. Disponível em: <http://danielwalker.no.comunidades.net/index.php?pagina=1515656598_02> Acesso em: 31 dez 2013.

domingo, 29 de dezembro de 2013

Antes de Watchman: Dollar Bill & Moloch

O volume nº  7 de "Antes de Watchman: Dollar Bill & Moloch"1, com novas revelações do passado mítico do grande sucesso de Alan Moore2 e Dave Gibbons3
Duas estórias de Moloch, um vilão que pouco foi contado sobre ele na série original, mas que teve um papel nos bastidores, tudo armado por Ozymadias. Eddie Jacobi - O Moloch, era uma criança desprezada por nascer diferente. Logo, foi excluído, mas encontrou na mágica, truques de salão uma alternativa, e daí a utilizou para executar os crimes. Foi preso várias vezes. Converteu-se e foi induzido por Veidt a pensar que estava fazendo um grande trabalho, mas era apenas um peão no jogo maior.
Bill Brady, um cara normal, atleta que se machuca e encontra-se perdido sem alternativa. Num teste para national bank assume a identidade de Dollar Bill, o super-herói que protegia o banco e seus cliente. Por sua fama obtida através das propagandas, termina por fazer parte do Minuteman original.


1. STRACZYNSKI, J. Machael; RISSO, Eduardo (Moloch); WEIN, Lee; RUDE, STEVE (Dollar Bill). Antes de Watchmen: Dollar Bill & Moloch. nº 7. Tradução: Jotapê Martins e Bernardo Santana. Barueri, SP: Panini Comics, 2013.
2. COMIC Book. Alan Moore. Disponível em: <http://comicbooks.about.com/od/comicbookcreators/p/alanmoore.htm> Acesso em: 29 dez 2013.
3. COMICBOOKDB. Dave Gibbons. Disponível em: <http://www.comicbookdb.com/creator.php?ID=54> Acesso em: 29 dez 2013.

sábado, 28 de dezembro de 2013

As Aventuras de Nhô-Quim & Zé Caipora - Os Primeiros Quadrinhos Brasileiros 1869-1883

Por volta do meio do ano fiquei sabendo desse projeto "As Aventuras de Nhô-Quim & Zé Caipora - Os Primeiros Quadrinhos Brasileiros 1869-1883"1, obra de Athos Eichler Cardoso2, uma publicação do Senado Federal3. Entrei no site e infelizmente estava esgotado. Posteriormente, retornei e para minha surpresa estava disponível. Fiz a encomenda, custou trinta reais. Um preço razoável, achei que não deveria ser uma coisa muito extensa. Pasmem, uma edição de 31,5 x 22,0 cm,  impresso em papel cuchê (couché) fosco4, com 202 páginas. Sem falar da importância dessa publicação. 
O resgate que na minha opinião é a maior obra brasileira na Nona Arte!! Estórias publicadas originalmente nas revista Vida Fluminense5, O Malho (digitalizada pela Fundação Rui Barbosa)6 e Don Quixote7, 8. Duas estórias de Angelo Agostini9, 10, 11, reunidas de forma inédita, Agostini tem até uma página no Facebook12.
A primeira estória "As Aventuras de "Nhô-Quim", ou Impressões de uma viagem à Coorte - História em Muitos Capítulos", de 1869, primeira estória em quadrinhos de longa duração, conta em quatorze capítulos as peripécias de um mineirinho que vai à capital Rio de Janeiro, e lá, diante da modernidade, mete-se em várias confusões e termina preso. Os nove primeiro capítulos desenhados por Agostini e os cinco restantes por Cândido A. Farias13, na Revista Vida Fluminense5.
A segunda estória "As Aventuras de Zé Caipora", de 1883, inicialmente na Revista Ilustrada14, foram 23 capítulos. Na Revista Don Quixote7, reeditou os 23 capítulos e mais o 24. Na Revista O Malho6, editou mais 40 capítulos inéditos, até 15 dezembro de 1905. Zé Caipora era José Corimba, um homem urbano, mas que assim como Nhô-Quim, mete-se em várias confusões, tudo por causa de seu amor Memé (Amélia). Um típico brasileiro, que aos poucos mostrou a que veio, indo de atrapalhado a herói, compartilhando suas aventuras com uma índia Inaiá, e encontrando riqueza. Mas, termina como Nhô-Quim, injustamente preso. No final, a estória parece ter sido traçada para ter uma continuação?!
The Yellow Kid (O Menino Amarelo)15, criado por Richard Outcault16, foi publicado entre 1895-1898, considerada a primeira estória em quadrinho, por ter balões. Agostine não usou balões, os diálogos vinham abaixo das imagens, mas isso não tira seu mérito, é a mais pura Arte Sequencial. Vinte e sete antes do Menino Amarelo!

1


 2

 2

 6

1. AGOSTINI, Angelo. As Aventuras de Nhô-Quim & Zé Caipora - Os Primeiros Quadrinhos Brasileiros 1869-1883. Edições do Senado Federal, Vol. 44. Pesquisa, organização e introdução de Athos Eichler Cardoso. Brasília: Senado Federal, Conselho Editorial, 2013. 202 p. il. ISBN: 978-85-7018-492-4.
2. MOURA, Matheus - BIGORNA, Quadrinho Brasileiro em 1º Lugar. Entrevista: Athos Cardoso. Postado em: 19 set 2010. Disponível em: <http://www.bigorna.net/index.php?secao=entrevistas&id=1284909332> Acesso em: 28 dez 2013.
3. BRASIL. Senado Federal. As Aventuras de Nhô-Quim & Zé Caipora - Os Primeiros Quadrinhos Brasileiros 1869-1883. Disponível em: <http://livraria.senado.gov.br/as-aventuras-de-nho-quim-e-ze-caipora.html> Acesso em: 28 dez 2013.
4. WIKIPÉDIA. Papel couché. Atualizado em: 25 jul 2013. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Papel_couch%C3%A9> Acesso em: 28 dez 2013.
5. HEMEROTECA Digital Brasileira. A Vida Fluminense: Folha joco-séria-ilustrada. Disponível em: <http://hemerotecadigital.bn.br/artigos/vida-fluminense-folha-joco-s%C3%A9ria-illustrada> Acesso em: 28 dez 2013.
6. FCRB - Fundação Casa de Rui Barbosa. O Malho. Disponível em: <http://www.casaruibarbosa.gov.br/_omalho/index.asp?lk=50&pagina=20#> Acesso em: 28 dez 2013.
7. WIKIPÉDIA. Don Quixote (revista). Atualizado em: 05 out 2013. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Don_Quixote_(revista)> Acesso em: 28 dez 2013.
8. VELOSO, Monica Pimenta. Cumê? Mora? Descobrimento, comemoração e nacionalidade das revistas humorísticas ilustradas. Proj. História São Paulo, nº 20, p. 129-151, abr 2000. Disponível em: <file:///C:/Documents%20and%20Settings/user/Meus%20documentos/Downloads/10807-26721-1-SM.PDF> Acesso em: 28 dez 2013.
9. SILVA, Rosangela de Jesus. Angelo Agostini: crítica de arte, política e cultura no Brasil do Segundo Reinado. RHAA, nº 6, p. 107-122, s/a. Disponível em: <http://www.unicamp.br/chaa/rhaa/downloads/Revista%206%20-%20artigo%209.pdf> Acesso em: 28 dez 2013.
10. FACULDADE Casper Líbero. Especial Angelo Agostini. Disponível em: <http://www.casperlibero.edu.br/canais/index.php/especial-angelo-agostini,c=312> Acesso em: 28 dez 2013.
11. MAIA, Roberto - Contraversão. Angelo Agostini, o pai dos quadrinhos nacionais. Postado em: 01 out 2013. Disponível em: <http://contraversao.com/angelo-agostini-pai-quadrinhos-nacionais/> Acesso em: 28 dez 2013.
12. AGOSTINI, Angelo - Facebook. Disponível em: <https://www.facebook.com/pages/Angelo-Agostini/493220957397578> Acesso em: 28 dez 2013.
13. CORREIA, Suyene - Bangalô Cult. Cândido Farias (1849-1911). Postado em: 15 dez 2011. Disponível em: <http://bangalocult.blogspot.com.br/2011/12/candido-faria-1849-1911.html> Acesso em: 28 dez 2013.
14. WIKIPÉDIA. Revista Ilustrada. Atualizada em: 24 dez 2013. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Revista_Illustrada> Acesso em: 28 dez 2013.
15. WIKIPEDIA. The Yellow Kid. Atualizado em: 21 dez 2013. Disponível em: <http://en.wikipedia.org/wiki/The_Yellow_Kid> Acesso em: 28 dez 2013.
16. SPARTACUS Educational. Richarde Outcault. Disponível em: <http://www.spartacus.schoolnet.co.uk/USAoutcault.htm> Acesso em: 28 dez 2013.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Perry Rhodan: Ataque do Invisível

A Terra, para as demais potencias da galaxia, havia sido destruída em 1984, mas tudo não passou de um estratagema de Perry Rhodan1, para ter a chance de desenvolvimento e um dia contrapor, caso necessário, às potencias extraterrestres. Cinquenta e seis anos depois, o Império Solar está em pleno desenvolvimento, Marte, Vênus e as luas de Júpiter e Saturno foram colonizados e a Terra é o único planeta com seres inteligentes no Sistema Solar, e Perry Rhodan é o administrador do Império Solar.
No episódio 58 "Ataque do invisível"2, o Computador-Regente do império Arconida tem enviado mensagens para toda galaxia dizendo que sabe que Perry Rhodan está vivo e que precisa do seu auxílio. Taloamon, um Superpesado, havia reconhecido Rhodan em outra aventura e informou ao regente de Árcon. Os maiores especialistas da Terra analisaram a situação e creem que realmente o Computador-Regente está passando por alguma dificuldade e precisa da ajuda de Perry Rhodan. Prepara-se uma nave - Drusus, do tipo Titã, sob o comando de Baldur Sikermann - com seu exército de mutantes recrutados de várias partes da galaxia, pois agiam como espiões. O contato é realizado em um local do espaço que não denunciaria a posição da Terra e um encontro é combinado no terceiro planeta do sistema solar Mirsal e Rhodan solicita a presença de Talamon.
Duas naves do tipo Titã pousam no planeta Mirsal III - a Drusus, da Terra e a Arc-Koor, de Árcon - a meia distância das duas naves os dois grupos se encontram. Rhodan e os seis mutantes e mais Crest - o Arconida que foi encontrado na Lua com Thora - e o outro grupo com a presença de Talamon, alguns acompanhantes e uma réplica miniatura do Computador-Regente - chamado por Rhodan de Bebê. 
Rhodan é informado pelo Computador-Regente que a dez anos enfrenta um inimigo invisível e que quando esse ataca não deixa rastro, as estruturas dos planetas atacados e plantas ficam intactas, mas todos os seres vivo são abduzidos ou desintegrados. Eis aí o motivo pelo qual o Regente precisa do auxilio de Rhodan, e um acordo é feito no qual ambos seriam tratados como iguais, e tudo que ocorreu no passado seria esquecido. 
Súbito, como que se estivessem sendo investigados pelos inimigos, o alarma é soado. Mirsal III estava sob ataque. As naves decolam. No espaço, Rhodan solicita a liberação da nave auxiliar K-13, um girino de sessenta metros, nave pessoal de Rhodan, que o levaria juntamente com Marshall, Ras Tschubai e Gucky.
O planeta possuía uma população de humanoides de cerca de um metro e meio de altura, e que viviam como que na idade média da Terra, mas detentores de algumas tecnologias como a luz elétrica. A nave K-13 pousou no meio de um povoado e ao desembarcar a cidade estava vazia, até os arreios dos animais estavam lá abandonados, e os animais que os usavam simplesmente sumiram. Nas casas tudo parecia aguardar o retorno dos ocupantes, mas nenhuma viva alma foi encontrada. Os mutantes sentiam a presença de alguma coisa na cidade, mas era como se estivessem lá e ao mesmo tempo não. Até uma tentativa de Ralf Marten de transferir a consciência para um dos invisíveis foi frustada. A teoria era que os mesmos provavelmente ficavam saltando para o hiperespaço constantemente ou existindo em duas realidades simultaneamente.
Várias naves auxiliares foram destacadas para investigar todo o planeta, mas todos os povoados estavam vazios. Uma das naves a K-7, sob o comando de Marcel Rous foi abduzida também, assim como alguns homens, que desapareceram dos pés à cabeça. Logo, os seres também poderiam desmaterializar também matéria inorgânica caso quisessem.  Os robôs que estavam investigando começaram a sumir e como defesa, os demais começaram a atirar a esmo, sem atingir alvo algum. A Arc-Kor recebeu ordens de retornar à Árcon, mas no meio do caminho deparou-se com uma nave vindo do segundo planeta em direção ao terceiro, o que foi uma surpresa, pois para o império Arconida, havia vida inteligente apenas no terceiro planeta, e ali estava uma nave com combustível líquido vinda o segundo planeta, então solicitou a presença de Rhodan. Rhodan retorna para a Drusus, mas desembarca no planeta Gucky e o japonês Tama Yokida, ambos com a capacidade de teletransporte. Em uma determinada situação, Rhodan descobriu que o teletransporte imediato impedia a abdução, então os dois teriam alguma vantagem. O espaço estava cheio de impulsos mentais desconhecidos, dizia Fellmer Lloyd, mas nenhum fazia sentido.
Gucky e Tama Yokida, deparam-se com Marcel Rous e Debruque - únicos sobreviventes do ataque à K-7 - numa espécie de castelo, então Gucky percebe uma presença, era um nativo que estava preso nas profundezas da fortificação e que não foi percebido pelos invasores. Entretanto, esse também não sabia o que havia acontecido em seu planeta.
Rhodan, na Drusus e Talamon, na Arc-Kor tentam entrar em contato com a nave que fazia a travessia de Mirsal II à Mirsal III, mas não conseguiram nenhuma resposta. Quando estavam rebocando a nave por meio de raio-trator, essa começou a sumir. Os invisíveis estavam atacando mais uma vez. Toda tentativa de defesa foi infrutífera.
Sikermann, da sala de comando, alerta Rhodan que cerca de cinquenta naves estavam saindo do segundo planeta em direção ao terceiro. A conclusão era que o segundo planeta estavam sendo atacado e sua população tentava escapar. 
Rhodan retorna a Mirsal III para resgatar Gucky, Tama, Rous, Debruque e o nativo sobrevivente, para então investigar Mirsal II e realizar uma investida contra os invisíveis.


1. PERRY Rhodan. Perry Rhodan - Site oficial brasileiro. Disponível em: <http://www.perry-rhodan.com.br/> Acesso em: 14 jun 2013.
2. DARLTON, Clark.  Perry Rhodan: Ataque do invisível. P.58. 2º ciclo. Tradução: Richard Paul Neto. Ciclo 1 a 5 completo. Postado em 13 abr 2009. Disponível em: <http://josueperini.blogspot.com/2009/04/perry-rhodan-ciclos-01-ao-05-comabr pletos.html> Acesso em: 12 ago 2011.

As Aventuras da Liga Extraordinária

Além dos quadrinhos de super-heróis existe um mundo de outras estórias contadas pelas BDs/HQs e de muita qualidade. Várias foram citadas aqui no blog. Alan Moore1 sempre me surpreende! E prova é essa BD que li a muito tempo e agora tive a oportunidade de reler "As Aventuras da Liga Extraordinária"2, com arte do inigualável Kevin O'Neil3. Editado pela Pandora Books4 em três volumes em 2001, e em 2003 num encadernado. Originalmente publicado pelo selo America's Best Comics, logomarca da Widstorm/DC5 Comics. O volume com as primeiras estórias do grupo formado por figuras dos clássico: Mina Harker (criada por Bram Stoker, em Drácula)6, Allan Quatermain (criada por H. R. Haggard, em As Minas do Rei Salomão)7, Capitão Nemo (criado por Julio Verne, em Vinte Mil Léguas Submarinas)8, Henry Jeckyll e Edward Hyde (criados por Robert Louis Stevenson, em O Médico e o Monstro)9, Hawley Griffin (criado por H. G. Wells, em O Homem Invisível)10, Sherlock Holmes (criado por Arthur Conan Doyle, em Um Estudo do Vermelho)11.
Os personagens acima são envolvidos numa trama, na qual o arquiteto é nada menos que o Doutor Moriarty, arqui-inimigo de Sherlock Holmes, quem sem que soubessem, buscam para ele a 'cavorita', substância capaz de colocar qualquer embarcação no ar, literalmente. E esse a usaria para movimentar uma armar de guerra contra um chinês - o Doutor Demônio, líder do crime no lado leste de Londres. Então a Liga tem que impedir que o mesmo avance e destrua Londres completamente,


1. IMDb. Alan Moore. Disponível em: <http://www.imdb.com/name/nm0600872/> Acesso em: 23 dez 2013.
2. MOORE, Alan; O'NEIL, Kevin; DIMAGNALIW, Benedict. As aventuras da Liga Extraordinária. Volume 1. Tradução: Maurício Muniz dos Santos. São Paulo: Pandora Books Editorial LTDA, 2001/2003.
3. UKCOMICS/WIKIA. Kevin O'Neil. Disponível em: <http://ukcomics.wikia.com/wiki/Kevin_O'Neill> Acesso em: 23 dez 2013.
4. ENCICLOPÉDIA HQ. Pandora Books. Disponível em: <http://www.enciclopediahq.com/2013/06/editora-pandora-books.html> Acesso em: 23 dez 2013.
5. DC Comics. America's Best Comics. Disponível em: <http://www.dccomics.com/graphic-novels/americas-best-comics> Acesso em: 23 dez 2013.
6. EBOOKS Brasil. Drácula - Bram Stoker. Disponível em: <http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/draculap.html> Acesso em: 23 dez 2013.
7. LER e-books. As Minas do Rei Salomão. Disponível em: <http://lerebooks.wordpress.com/2013/12/04/ebook-gratuito-as-minas-de-salomao/> Acesso em: 23 dez 2013.
8. VIRTUAL Books. Vinte Mil Léguas Submarinas. Disponível em: <http://www.virtualbooks.com.br/v2/infantil/?id=00854> Acesso em: 23 dez 2013.
9. PORTUGUÊS Free-eBooks. O Médico e o Monstro. Disponível em: <http://portugues.free-ebooks.net/ebook/O-medico-e-o-monstro> Acesso em: 23 dez 2013.
10. EBOOKBROWSE. O Homem invisível. Disponível em: <http://ebookbrowsee.net/homem-invisivel-pdf-d125008781> Acesso em: 23 dez 2013.
11. BOOKS/GOOGLE. Um estudo do vermelho. Disponível em: <http://books.google.com.br/books/about/Um_Estudo_em_Vermelho.html?id=mWX8s6r3iUEC&redir_esc=y> Acesso em: 23 dez 2013.

sábado, 21 de dezembro de 2013

Perry Rhodan: O Atentado

Mais uma aventura singular de Perry Rhodan1,2, no episódio 57 do segundo ciclo "O Atentado", nosso herói espacial se encontra como alvo de dois grupo que o enxergam como ditador. E nessa aventura, embora esteja nos bastidores, os personagens principais da estória são justamente os supostos revolucionários: Horace O. Mullon - do grupo Democratas Autênticos, e Walter S. Hollander - do grupo Filósofos da Natureza. Os dois grupos tramam o assassinato de Rhodan.
Mullon chega à Terrânia - Cidade construída em pleno Deserto de Gobi, na China, agora com milhões de habitantes, com prédios e vários acres de terrenos cultivados, além do fato que ali se faz a nova ciência, com a construção de naves capazes de romper o espaço através do hiperespaço, cruzando a quinta dimensão, e com armamentos capazes de se sobrepor a qualquer civilização na galaxia - Logo ao chegar, se conhece Fraudy Nicholson, que se trata de uma estudante e o mesmo cai de amores, e que se dispõe a apresentar a cidade para ele. Todavia, o dois são sequestrados pelos Filósofos da Natureza. É formada uma aliança entre os dois grupos, e Fraudy resolve ajudar. Durante uma conferência científica, Perry Rhoda é alvejado. Entretanto, era um robô que substituía nosso herói. Afinal, Rhodan dispõe de uma grande rede de contra-espionagem e a ajuda técnica de um supercomputador, que traçou toda uma estratégia de defesa. 
Fraudy, revelou-se na verdade Miss Nicholson, uma agente infiltrada de Rhodan, mas ela estava completamente apaixonada por Mullon. Os insurgentes foram julgados e condenados. De acordo com uma nova lei, da reforma do direito penal, os mesmos deveriam ser deportados como colonizadores para um planeta em outro sistema solar. Dezesseis mil, dos vinte mil democratas autênticos identificados, e mil, dos cinco mil filósofos da natureza, ficarem isentos de pena. O número dos condenados então foi de oito mil, divididos exatamente entre homens e mulheres. O destino da nave seria a estrela Rigel, na constelação de Orion, o terceiro planeta desta constelação, que possuía condições semelhantes às da Terra. Miss Nicholson, apaixonada por Mullon, ofereceu-se para acompanhá-lo na deportação, o que foi aceito por Rhodan. A nave que os levaria era a Adventurous, comandada por Flagellan. 
Hollander, disposto a tomar o poder frente aos colonizadores, fundou o Conselho dos Colonos Associados Livres, e como primeira ação, ordenou que Mullon entregasse a Miss Nichoson para ser julgada como traidora. Mullon tratou de se mobilizar e minar esse poder de Hollander. Mullon pretendia criar um governo justo no novo planeta. Entretanto, tudo virou uma verdadeira loucura. Hollander dominou a ponte de comando, assassinando Flagellan e alguns outros tripulantes e nessa manobra, ao atacar a sala de máquina, uma peça fundamental nos hipersaltos fora danificada. O mesmo dera um prazo para os consertos e o técnico Milligan ficara responsável. Mullon consegue o apoio dos tripulantes que não haviam sido presos e começa a retomada da nave, mas ao dominar a sala de máquinas, fica sabendo da situação e do prazo dado, resolve ir até a ponte de comando e lá chegando, Hollander pensa que esse tinha decidido se juntar aos rebeldes, mas Mullon tenta convencê-lo a não realizar o hipersalto, em vão. O mesmo salta e quase põe tudo a perder, a nave se encontra em um sistema desconhecido. Depois que uma luta desesperada, Mullon e seus associados conseguem derrotar os insurgentes e antes havia conseguido ativar um sinal para a Terra, a fim de serem localizados.
A nave tem que realizar o pouso forçado em planeta que apresentava condições de suportar a vida humana, mas quase todos os equipamentos foram destruídos, com exceção de um helicóptero híbrido, algumas máquinas e transportes. Constroem um acampamento e resolvem viver ali. Os rebeldes e a tripulação sobrevivente se unem nessa empreitada, mas acreditavam que a mensagem não havia chegado à Terra.
Todavia, Rhodan teria recebido o sinal e enviado uma nave de apoio, que foi orientada para não intervir até que fosse necessário. Espiões estavam presentes durante a grande assembléia realizado no novo planeta e retornaram para a nave. Lá informaram que os sobreviventes estavam bem e em harmonia. 
Rhodan conseguiu seu intento, começar a colonização de outros planetas fora do sistema solar.


1. PERRY Rhodan. Perry Rhodan - Site oficial brasileiro. Disponível em: <http://www.perry-rhodan.com.br/> Acesso em: 14 jun 2013.
2. MAHR, Kurt.  Perry Rhodan: O Atentado. P.57. 2º ciclo. Tradução: Richard Paul Neto. Ciclo 1 a 5 completo. Postado em 13 abr 2009. Disponível em: <http://josueperini.blogspot.com/2009/04/perry-rhodan-ciclos-01-ao-05-comabr pletos.html> Acesso em: 12 ago 2011.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

A Torre Negra: A Batalha da Colina de Jericó

"A Torre Negra: A Batalha da Colina de Jericó"1, adaptação do sucesso do grande escrito Stephen King2, para a arte sequencial, com argumento e consultoria de Robin Furth3, roteiro de Peter David4, arte de Jae Lee5 e Richard Isanove6. É o quinto volume de capa dura, com os seis números da série, originalmente "The Dark Tower: Battle od Jericho Hill", publicado originalmente pela Marvel Comics7, entre dezembro de 2009 e abril de 2010. Publicada pela Objetiva Editora, no selo Suma de ideias8.
Gilead caiu a nove anos, e os sobrevivente do Ka-tet dos pistoleiros comandados por Roland, buscam maneiras de derrotar as trevas do chamado "Homem Bom". Os mercenários de Farson avançam cada dia mais. O Mundo Médio está a beira da destruição e provavelmente a única maneira de vencer é encontrar a Torre Negra. Infelizmente o mal encontra sempre uma maneira de influenciar as pessoas, Randolph tem sua mulher e filho sequestrados por um mutante, ela é assassinada e o filho usado como moeda de troca. Ele passa a informar Farson sobre os movimentos do Ka-tet, e numa emboscada todos são eliminados. Roland é dado como morto no campo de batalha, com todos os seus companheiros de luta. Todavia, milagrosamente, ele levanta e jura vingança.


1. KING, Stephen. A torre negra: A Batalha da Colina de Jericó. Diretor criativo e executivo: Stephen King; Argumento e consultoria: Robin Furth; Roteiro: Peter David; Arte: Jae Lee e Richard Isanove; Tradução e adaptação: Eduardo Tanaka FL. Rio de Janeiro: Objetiva, 2013. ISBN: 978-85-8105-188-2. 
2. STEPHEN King. The official web site. Disponível em: <http://www.stephenking.com/index.html> Acesso em: 20 dez 2013.
3. SIMON & SCHUSTER. Robin Furth. Disponível em: <http://authors.simonandschuster.com/Robin-Furth/20586501> Acesso em: 20 dez 2013.
4. PETER David. Disponível em: <http://www.peterdavid.net/> Acesso em: 20 dez 2013.
5. HELLSHOCK. The art oj Jae Lee. Disponível em: <http://theartofjaelee.com/> Acesso em: 20 dez 2013.
6. HEROSWIKIA. Richard isanove. Atualizada em: 02 dez 2008. Disponível em: <http://heroeswiki.com/Richard_Isanove> Acesso em: 20 dez 2013.
7. MARVEL Comics. The Dark Tower: Battle od Jericho Hill. Disponível em: <The Dark Tower: Battle od Jericho Hill> Acesso em: 20 dez 2013.
8. SUMA de Ideias. A Torre Negra: A Batalha da Colina de Jericó. Disponível em: <http://www.objetiva.com.br/livro_ficha.php?id=1337> Acesso em: 20 dez 2013.

Wanted: O procurado

mark Millar1 é um grande roteirista. Um homem capaz de visualizar e criar as mais estranhas e maravilhosas estórias. Pessoalmente fiquei muito impressionado com o trabalho dele em Kick-Ass2. E mais uma vez fiquei surpreendido com o texto dele em "Wanted: O Procurado"3, com uma bela arte de J. G. Jones4 e Paul Mounts5. Encadernado de capa dura da Mythos6, originalmente publicado pela Top Cow Productions Inc.7, editora americana de dezembro de 2003 a fevereiro de 2005.
Uma estória incrível, na qual a Terra, numa realidade alternativa, é dominado por super-vilões, que exterminaram todos os super-heróis em 1986, e reescreveram a realidade para que ninguém lembrasse da existências nem de super-heróis, nem super-vilões. Assim, os vilões passaram a atuar na surdina, enriquecendo com os crimes nessa Terra e em outras dimensões. Wesley Gibson, um rapaz pacato e simples, de uma hora para outra, encontra-se ao lado dos super-vilões, quando seu pai - "O Matador", um vilão com uma super-mira - e que ele não conhecia, é assassinado. Logo o rapaz é chamado para assumir a vaga do pai. Todavia, além dessa súbita mudança de vida, e tem que enfrentar outros vilões que estão cansados da monotonia e querem botar para quebrar, revelando sua existência à humanidade. Um final chocante. Vale a pena conferir.


1. COMIC Book. Mark Millar Profile. Disponível em: <http://comicbooks.about.com/od/comicbookcreators/p/markmillarbio.htm> Acesso em: 20 dez 2013.
2. OMELETE. Kick-Ass. Disponível em: <http://omelete.uol.com.br/kick-ass/> Acesso em: 20 dez 2013.
3. MILLAR, Mark; JONES, J. G.; MOUNTS, Paul. Wanted: O Procurado. Tradução: Jotapê Martins e Fernando Mertacchini. São Paulo: Mythos Editora 2012.
4. J. G. Jones Art Pagem - Facebook. Disponível em: <https://www.facebook.com/JGJonesArt> Acesso em: 20 dez 2013.
5. PAPERFILMS. The home of Jimmy Palmiotti, Justin Gray, Amanda Conner, Paul Mounts, Frank Tieri. Disponível em: <http://www.paperfilms.com/bios/paul-mounts/> Acesso em: 20 dez 20-13.
6. MYTHOS Editora. Wanted: O Procurado. Disponível em: <https://www.mythoseditora.com.br/catalogo/default.asp?acao=detalhe_produto&cod_produto=3848&categ0=1684&categ1=2538&categ2=> Acesso em: 20 dez 2013.
7. TOPCOW. Disponível em: <http://www.topcow.com/> Acesso em: 20 dez 2013.

Crossover: Batman & Homem-Aranha

Mais um crossover do "Batman &  Homem-Aranha'1, publicado pela Editora Abril, em agosto de 1998. Roteiro de J. M. Dematteis2, arte de Graham Nolan3, arte-final de Karl Kesel4 e Cores de Gloria Vasquez5.
O Cavaleiro das Trevas une força com o Herói da Vizinhança, ou melhor, o Batman vai à Nova Iorque seguindo Tália, seu grande amor e filha de um dos seus maiores inimigos Ra's Al Ghul, e topa com o Homem-Aranha. Tália pretendia realizar um negócio como o Rei do Crime - Fisk,persoadindo o mesmo,a través de uma chantagem, na qual o amor de Fisk - Vanessa - havia sido infectada por um vírus, que simulava um câncer, e o responsável teria sido Ra's Al Ghul. Em troca do apoio de Fisk, Nova Iorque seria destruída por um terremoto. Entretanto, Fisk secretamente, já havia entrado em contato com o Batman, que ao lado do Homem-Aranha, evitou o pior. Fisk no final, recebe o antídoto das mãos do Aranha, enviado por Tália.



1. DEMATTEIS, J. M.; NOLAN, Graham; KESEL, Karl; VASQUEZ, Gloria. Batman & Homem-Aranha. São Paulo: Editora Abril, 1998.
2. J.M. DeMatteis's Creation Point. Disponível em: <http://www.jmdematteis.com/> Acesso em: 20 dez 2013.
3. THE Artwork of Grahan Nolan. Disponível em: <http://www.grahamnolan.com/Welcome.html> Acesso em: 20 dez 2013.
4.PERISCOPE Studio. Karl Kesel. Disponível em: <http://periscopestudio.com/about-periscope-studio/members/karl-kesel/> Acesso em: 20 dez 2013.
5. DCWIKIA. Gloria Vasquez. Disponível em: <http://dc.wikia.com/wiki/Category:Gloria_Vasquez/Colourist> Acesso em: 20 dez 2013.

domingo, 15 de dezembro de 2013

Will Eisner - Reader: Seven Graphics Stories by a Comics Master

Will Eisner1 é um dos meus preferidos, e sempre que encontro algo novo não deixo passar a oportunidade. Deparei-me com uma publicação que não tinha lido, uma edição americana "Will Eisner - Reader: Seven Graphics Stories by a Comics Master"2, publicada em 1991, através da editora americana Kitchen Sink Press Inc., a tradução seria "Leitor", são sete estórias curtas, escritas quando Eisner se mudou para a Flórida, em 1985, e que foram publicadas em "Will Eisner's Quarterly"4.



1.WILL Eisner. Disponível em: <http://willeisner.tripod.com/> Acesso em: 15 dez 2013.
2. EINSER, Will. Reader: Seven Graphics Stories by a Comics Master. Princeton, Wisconsin - EUA: Kitchen Sink Press Inc., 1991. ISBN: 0-87816-129-5.
3. DENIS Kitchen on Line. Disponível em: <http://www.deniskitchen.com/> Acesso em: 15 dez 2013.
4. ATOMIC Avenue. Will Eisner's Quarterly.  <http://www.atomicavenue.com/atomic/titledetail.aspx?TitleID=12825> Acesso em: 15 dez 2013.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

O Sombra - Volume 1: O fogo da criação


"Quem sabe o mal que se esconde nos corações humanos?
O Sombra sabe"

Somente a imagem acima já diz tudo! O Sombra1 - "O Sombra - Volume 1: O fogo da criação", um dos personagens que mais gosto. Escrito por Garth Ennis2, arte de Aaron Campbell3 e essa capa, de ninguém menos - Alex Ross4!
Uma BD especial, publicada pela Mythos Books5, originalmente publicado pela Dynamite6, em 2012.
Kent Allard, um homem cercado pelo mal, mulheres, drogas, sexo... Desaparece e quando retorna, é um outro homem. Assume uma novo nome - Lamont Cranston, que tem uma outra identidade - O Sombra, que parece ter sido treinado no Himalaia.
Nesse volume, esse homem enigmático e que inspira terror nos inimigos, luta contra o mal desencadeado pelos japoneses nos eventos da Segunda Guerra Sino-Japonesa, entre 1937 e 1945, antes e durante a Segunda Grande Guerra7. O fogo da criação na verdade é da destruição, as bombas atômicas que explodiriam em Hiroshima e Nagasaki.

1. ENNIS, Garth; CAMPBELL, Aaron. O Sombra - Volume 1: O fogo da criação. Tradução: Paulo França; Letras: Flavio Soares; Editor: Fernando Lopes. São Paulo: Mythos Books, 2013.
2. GARTH Ennis. Disponível em: <http://garthennis.net/> Acesso em: 13 dez 2013.
3. AARON Campbell's - Blobspot. Disponível em: <http://aaroncampbellillustration.blogspot.com.br/> Acesso em: 13 dez 2013.
4. ALEX Ross. Disponível em: <http://www.alexrossart.com/> Acesso em: 13 dez 2013.
5. MYTHOS Editora. O Sombra. Disponível em: <https://www.mythoseditora.com.br/catalogo/default.asp?acao=detalhe_produto&cod_produto=4168&categ0=1684&categ1=4597&categ2=> Acesso em: 13 dez 2013.
6. DYNAMITE. Disponível em: <http://www.dynamite.com/htmlfiles/> Acesso em: 13 dez 2013.
7. WIPKIPÉDIA. Segunda Guerra Sino-Japonexa. Atualizado em: 13 nov 2013. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Segunda_Guerra_Sino-Japonesa> Acesso em: 13 dez 2013.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Aparição


APARIÇÃO
Irineu Lima de Albuquerque

Estava caminhando solitário, quando de repente tudo ficou estranho, o céu que estava claro ficou turvo, amarelado, e as nuvens brancas ficaram cinza e esquisitas... Tudo era um breu só.  As pessoas estavam assustadas, não sabiam ao certo o que estava acontecendo, e um tumulto aconteceu. Era um corre-corre desenfreado, e ninguém sabia para onde ir. Então um trovão... E urna luz forte se seguiu, e o céu foi riscado de ponta a ponta, por luzes de todas as cores, e todos ficaram abismados, com um misto de perplexidade e admiração.
           Foi assim que aconteceu exatamente, e hoje fico pensando o que pode ter acontecido? Após as luzes caiu uma chuva fria, que aplacou os ânimos, foi a tempestade de verão mais estranha que já tinha presenciado!
          Tudo se acalmou e as pessoas voltaram a caminhar calmamente, como se nada tivesse acontecido, o tempo abriu, o sol brilhou, e os ponteiros do relógio voltaram a tiquetaquear. E eu fiquei ali, atordoado e sem ação. O que teria realmente acontecido? Teria sido eu o único que foi tocado pelo evento mais estranho da minha vida? Olhei em volta, num giro de 360°, e me detive em alguém, uma mulher, tão linda como nunca tinha visto em minha vida, pelo menos para mim! Era de um tom de pele clara com longos cabelos negros, e tinha um olhar profundo e enigmático, que como eu estava aturdida olhando para o céu e para as pessoas em volta, éramos os únicos naquele turbilhão de pensamentos que nos detivemos por um evento inusitado e único.
            Foi então que senti um frio na espinha e pensei 'Existe apenas uma chance na vida de encontrar seu outro lado da moeda, será essa a oportunidade da minha vida?'. Segui em direção àquela deusa dos meus sonhos, e olhei fixamente para seus olhos, de um negro sem fim, e naquele instante aconteceu, eu morri para o mundo, e nasci para ela.

Disse, 'Pode parecer estranho, mas quem que me confirme, pois não tenho certeza do evento, você esta assim meio perdida por causa da escuridão, depois as luzes, a chuva e o descaso das pessoas por tudo que aconteceu nesse instante?'
            'Você viu e sentiu tudo como eu? Achei que estava louca, pois as pessoas agiram de forma tão abrupta e de repente ignoraram como se nada tivesse acontecido, e eu fiquei aqui olhando em volta, até você chegar.'
          Não disse mais nada, apenas estendi a mão e sai dali caminhando com ela, hoje continuamos juntos, e, quando relembramos os fatos ocorridos apenas uma única coisa vem à mente, tudo aconteceu para nos reunir e vivermos como um só, o universo pode conspirar.


quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O Fantasma - Piratas do céu: A saga completa

Uma BD que não pode faltar nas prateleiras de nenhum colecionador "O Fantasma - Piratas do céu: A saga completa"1, os quadrinhos clássicos de Lee Falk2 e Ray Moore3. O Fantasma foi criado e publicado a partir de 17 de fevereiro de 1936, em tiras diárias em preto e branco e colorido aos domingos, a partir de 1939, até o ano de 20064.
A BD em questão, tem duas estórias publicadas, constam a segunda aventura do Fantasma "Piratas do Céu", publicada entre 1936 e 1937, que por seu grande sucesso, teve uma continuação quatro anos mais tarde - a segunda estória da BD - os piratas na verdade eram mulheres aviadoras, que pilhavam aviões que transportavam mercadorias, e o Fantasma que tem o juramento de lutar contra toda pirataria, desbarata a quadrilha, não antes claro, que as líderes caíssem de amores por ele, e estrela das duas estória e pirata - Sala, não resiste aos encantos do "Espírito que anda".


1. FALK, Lee; MOORE, Ray. O Fantasma - Piratas do céu: A saga completa. Rio de Janeiro: Ediouro Publicações, 2013.
2. DEEPWOODS. Lee Falk. Disponível em: <http://www.deepwoods.org/lee_falk.html> Acesso em: 11 dez 2013.
3. WIKIPEDIA. Ray Moore. Atualizado em: 22 out 2013. Disponível em: <http://en.wikipedia.org/wiki/Ray_Moore_(comics)> Acesso em: 11 dez 2013.
4. WIKIPÉDIA. O Fantasma. Atualizada em: 02 dez 2013. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Fantasma> Acesso em: 11 dez 2013.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Witchblade: A saga começa

"Witchblade: A saga começa"1, minissérie em oito edições, publicada pela Editora Globo2 quinzenalmente, entre setembro e dezembro de 1997. Criada por Marc Silvestri3 em 1995. A minissérie foi escrita por David Wohl4 e Chistina Z.5, com arte e co-roteiro de Michael Turner6, arte-final de D-Tron7 (Don Wayne Austin Jr) e cores de Jonathan D. Smith8. Originalmente publicada pela Image Comics9.
Sarah Pezzini, uma policial, durante uma investigação, depara-se com um estranho evento, um torneio por um premio - Uma manopla - de origem desconhecida (alienígena), quem não era digno de portá-la queimava ou no mínimo perderia a mão. Seu parceiro Yee, invade o teatro onde o evento ocorria e é baleado juntamente com Sarah. Às portas da morte, a manopla encaixa na mão de Sarah e a mesma se transforma numa guerreira e elimina a todos no teatro, com exceção de Ian  Nottingham e seu chefe Kenneth Irons, que é obcecado pela manopla - A Witchblade. Sara passa a ter grandes poderes e uma recuperação física fora do normal. Após vários contratempos, numa luta final pela manopla, derrota Irons que cai do seu edifício.

 

 

 

 

1. WOHL, David; Z., Chistina; TURNER, Michael; D-Tron; SMITH, Jonathan D. Witchblade: A saga começa, nº 1-8. São Paulo: Editora Globo, set/de 1997.
2. GLOBO Livros. Disponível em: <http://globolivros.globo.com/> Acesso em: 06 dez 2013.
3. MARC Silvestri Art. Disponível em: <http://marcsilvestriart.com/> Acesso em: 06 dez 2013.
4. GEEKS of Doom. David Wohl Archives. Disponível em: <http://www.geeksofdoom.com/tag/david-wohl> Acesso em: 06 dez 2013.
5. THE Works of Chistina Z. - Blogspot. Disponível em: <http://czresume.blogspot.com.br/> Acesso em: 06 dez 2013.
6. COMICVINE. Michael Turner. Disponível em: <http://www.comicvine.com/michael-turner/4040-3626/> Acesso em: 06 dez 2013.
7. D- Tron Austin. Disponível em: <http://d-tronaustin.tumblr.com/> Acesso em: 06 dez 2013.
8. WIKIA. Jonathan D. Smith. Disponível em: <http://en.memory-alpha.org/wiki/Jonathan_D._Smith> Acesso em: 06 dez 2013.
9. IMAGE Comics. Disponível em: <https://www.imagecomics.com/> Acesso em: 06 dez 2013.

domingo, 24 de novembro de 2013

Super-Homem: Metrópolis

Uma magnifica estória do Superman em uma realidade alternativa "Super-Homem: Metrópolis"1, baseado no filme de Fritz Lang2 e no romance de Thea Von Harbou3
Um filme do cinema expressionista alemão foi produzido em 1926 e retrata a sociedade no ano de 2026, a elite fica sobre a superfície e os operário em regime de escravidão trabalham abaixo da superfície, na cidade dos trabalhadores. A cidade é governada por Joh Fredersen, que tem um filho - Freder, que conhece Maria, líder espiritual dos trabalhadores, que cuida das crianças. Josafá, empregado de Joh é demitido. Tem também um cientista meio maluco - Rotwang - que inventa um robô que se parece com um ser vivo. Esse robô é infiltrado com a aparência de Maria, para disseminar a discórdia nos trabalhadores. Mas não contava que Freder estava apaixonado por Maria. Na BD, os personagens do Universo DC assumem o papel dos personagens: Joh Fredersen (Jon-Kent, pai de Freder (Clarc Kent-Filho, o Super-Homem), Josafá (Olsen), Maria (Lois) e Rotwang (Lutor). Os nomes estão estranhos, mas é assim que está na HQ. Clarc, apaixonado por Lois - que é substituída por um robô - não sabia que era na verdade uma criança que chegou a Terra em uma nave, cujo metal foi utilizado por Lutor para construir o robô, e o próprio Lutor teve partes do corpo substituídas por metal alienígena e coração de "kriptonita". Após descobrir a verdade, o herói luta com o robô e depois com Lutor, salva a cidade da destruição e unifica toda a população de Metrópolis.



1. LOFFICER, R. Jean-Marc.; LOFFICER, Randy; THOMAS, Roy; MCKEEVER, Ted Super-Homem: Metrópolis. Baseado no filme Metrópolis de Fritz Lang e no romance de Thea Von Harbou. Tradução: Marcelo Vallett. São Paulo: Brainstore Editora, jun 2002.
2. FARIA, Caroline - INFOESCOLA. Fritz Lang. Disponível em: <http://www.infoescola.com/biografias/fritz-lang/> Acesso em: 24 nov 2013.
3. AHEARN, William. The Von Harbou. Disponível em: <http://www.williamahearn.com/thea.html> Acesso em: 24 nov 2013.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Tarzan: O Homem-Leão e outras histórias

"Tarzan: O Homem-Leão e outras histórias"1 - Volume 3, com roteiro e arte de Joe Kubert2, publicado pela Devir Livraria3, vem com as estórias publicada originalmente entre novembro 1973 a fevereiro-março de 1975, a partir do número 225 até 235, pela DC Comics4, Tarzan foi publicado até o número 259, em 1977, quando passou a ser publicado pela Marvel Comics5, com vinte e nove edições6. As estórias que compõem esse volume foram reunidas pela Dark Horse7. Esse é o último volume publicado pela Devir. Anteriormente postei sobre os dois primeiros publicados7.


1. KUBERT, Joe. Tarzan: O Homem-Leão e outras histórias, de Edgar Rice Burroughs. Colorizado por: Tatjana Wood; traduzido por: Marquito Maia. São Paulo: Devir, 2013. ISBN: 978-85-7532-561-2.
2. WIKIPÉDIA. Joe Kubert. Atualizado em: 24 mai 2013. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Joe_Kubert> Acesso em: 21 nov 2013.
3. DEVIR Livraria. Tarzan: O Homem-Leão e outras histórias. Disponível em: <http://www.devir.com.br/hqs/tarzan_v003.php> Acesso em: 21 nov 2013.
4. DC Comics. Disponível em: <http://www.dccomics.com/> Acesso em: 21 nov 2013.
5. MARVEL Comics. Disponível em: <http://marvel.com/> Acesso em: 21 nov 2013.
6. DARK Horse. Tarzan. Disponível em: <http://www.darkhorse.com/Search/Tarzan> Acesso em: 21 nov 2013.
7. BANDA Desenhada e Fantasia. Blogspot. Tarzan. Postado em: 09 ago 2011. Disponível em: <http://irineu-bandadesenhadaefantasia.blogspot.com.br/2011/08/tarzan.html> Acesso em: 21 nov 2013.

Antes de Watchmen: Ozymandias

Toda trama por trás de Watchmen1 da DC Comics vai sendo construída nos volumes publicados pela Panini Comics2 - Antes de Watchmen, agora com o volume 6 "Ozymandias"3.
Adrian Veidt tem homem de vasta inteligência, tem sua vida dissecada nesse volume. Sua história contada desde a fuga dos pais na 2ª Guerra, a chegada na América em Nova Iorque, sua infância, a morte do pais e o desapego as riquezas doando tudo e partindo para o mundo, com o objetivo de seguir os passo de seu ídolo Alexandre da Macedônia4, até uma revelação. Retorna para a América e constrói uma grande riqueza e assume o mando de Ozymandias combatendo o crime. Sua obsessão por Dr. Manhattan e um plano para evitar uma guerra nuclear, no qual por trás tem os dedos do Dr. Manhattan.


1. DC Comics. Watchmen. Disponível em: <http://www.dccomics.com/watchmen> Acesso em: 21 nov 2013.
2. PANINI Comics. Ozymandias. Disponível em: <http://www.paninicomics.com.br/web/guest/productDetail?viewItem=735806> Acesso em: 21 nov 2013.
3. WEIN, Len; LEE, Jae, Antes de Watchmen: Ozymandias. V. 6. Tradução: Jotapê Matins & Bernardo Santana. Barueri, SP: Panini Comics, 2013.
4. TODAMATÉRIA. Alexandre Magno - O Grande. Disponível em: <http://www.todamateria.com.br/alexandre-magno-o-grande/> Acesso em: 21 nov 2013.

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Um contrato com Deus & outras histórias de cortiço

Finalmente consegui um exemplar da primeira Graphic Novel produzida por Will Eisner1 "Um contrato com Deus & outras histórias de cortiço"2, 3, foi a precursora do termo Graphic Novel. Publicada em 1978, foi recusada por diversas vezes, mas já foi publicada em quase todo mundo em diversos idiomas. O exemplar que tenho foi publicado pela Devir Livraria4 em 2007, e é composto por quatro estórias maravilhosas, que retratam o dia a dia de um pedaço de Nova Iorque, que Eisner chamou de Avenida Dropsie e que foi título de uma outra publicação de Eisner, já comentada aqui no blog5, que juntamente com "A força da vida"6, formam uma trilogia.
A primeira estória leva o nome do livro, Frimme Hersh, quando criança, firma um contrato com Deus numa pedra, mas que com a morte da filha, fica desesperado e joga fora esse contrato. Fica ganancioso e constrói um império imobiliário, mas ao celebrar um novo contrato - morre; Em "O cantor de rua", "O zelador" e "Cookalein", celebra as pessoas comuns, seus desejos, flertes, ganancia, sexo e morte. Todas as histórias, refletem um pouco da vida de Will Eisner.
Um clássico da atualidade dos quadrinhos.


1. EISNER. Disponível em: <http://willeisner.com/> Acesso em: 20 nov 2013.
2. EISNER, Will. Um contrato com Deus & outras histórias de cortiço. Tradução: Marquito Maia. São Paulo: Devir, 2007.
3. WIKIPÉDIA. Um contrato com Deus. Atualizado em: 16 mar 2013. Disponível em: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Um_Contrato_com_Deus> Acesso em: 20 nov 2013.
4. DEVIR. Um contrato com Deus e outras histórias de cortiço. Disponível em:
<http://www.devir.com.br/hqs/will_eisner_cont_deus.php> Acesso em: 20 nov 2013.
5. BANDA Desenhada e Fantasia - Blogspot. Avenidad Dropsie: A vizinhança. Postado em: 03 nov 2012. Disponível em: <http://irineu-bandadesenhadaefantasia.blogspot.com.br/2012/11/avenida-dropsie-vizinhanca.html> Acesso em: 20 nov 2013.
6. BANDA Desenhada e Fantasia - Blogspot. A força da vida. Postado em: 14 abr 2013. Disponível em: <http://irineu-bandadesenhadaefantasia.blogspot.com.br/2013/04/a-forca-da-vida.html> Acesso em: 20 nov 2013.

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Juiz Dredd: Origens

Uma edição imperdível e  cheia de revelações sobre o passado do juiz mais implacável dos quadrinhos "Juiz Dredd: Origens"1, com roteiro de John Wagner2, 3 e arte de Kev Walker4. Juiz Dredd foi criado por John Wagner e Carlos Ezquerra5 no Reino Unido para a Revista 2000AD6, em 1977.
Graphic novel publicada pela Mythos Editora7. O roteiro nos transporta para o evento em que o grande nome da justiça e criador dos juízes - Juiz Fargo, e de cuja pessoa Dredd e Rico foram clonados - supostamente morto, mas que estava em animação suspensa, teve seu corpo raptado e levado para a Terra Maldita, território contaminado pela guerra e onde vivem mutantes e foras-da-lei. O culpado por essa loucura foi o ex-presidente dos EUA, responsável pela guerra e que havia fraudado as eleições. Imperdível!


1. WAGNER, John; Kev Walker. Juiz Dredd: Origens. Criado por John Wagner e Carlos Ezquerra. Tradução: Pedro Bouca e Helcio de Carvalho. São Paulo: Mythos Editora, 2013.
2. CBR - Comic Book Resources. John Wagner discusses 35 years of Judge Dredd. Postado em: 31 jul 2012. Disponível em: <http://www.comicbookresources.com/?page=article&id=40172> Acesso em: 15 nov 2013.
3. WIKIPEDIA. John Wagner. Atualizado em: 02 nov 2013. Disponível em: <http://en.wikipedia.org/wiki/John_Wagner> Acesso em: 15 nov 2013.
4. COMIC VINE. Kev Walker. Disponível em: <http://www.comicvine.com/kevin-walker/4040-43502/> Acesso em: 15 nov 2013.
5. WIKIA. Carlos Ezquerra. Disponível em: <http://starwars.wikia.com/wiki/Carlos_Ezquerra> Acesso em: 15 nov 2013.
6. 2000AD. Disponível em: <http://www.2000adonline.com/> Acesso em: 15 nov 2013.
7. MYTHOS Editora. Quadrinhos Rebellion: Juiz Dredd: Origens. Disponível em: <https://www.mythoseditora.com.br/catalogo/default.asp?acao=detalhe_produto&cod_produto=4141&categ0=1684&categ1=3800&categ2=> Acesso em: 15 nov 2013.

sábado, 9 de novembro de 2013

Imperdoável

Li e gostei bastante a BD publicada pela Devir Livraria1 "Imperdoável"2, volume 1, com roteiro de Mark Waid3, arte de Peter Krause4, cores de Andrew Dalhouse5 e capa de John Cassaday e Laura Martin6, originalmente publicado pela Boom! Studios7.
E se o maior herói do mundo se tornasse o maior vilão do mundo?
Essa é a premissa de "Imperdoável". Um herói, com poderes de proporção épica. Um verdadeiro super homem. Plutoniano, de origem ainda incerta, enlouquece e destrói Sky City, a cidade onde vivia seu ex-amor. Elimina ex-companheiros. Afunda a ilha das Filipinas permitindo que apenas dez pessoas sejam salvas por um ex-aliado. 
O Plutoniano temia apenas um vilão - Modeus. Mas esse está desaparecido. Seus ex-aliados buscam uma maneira de pará-lo e procuram desesperados por Modeus.


1. DEVIR. Imperdoável, volume 1. Disponível em: <http://www.devir.com.br/hqs/impordoavel_v01.php> Acesso em: 09 nov 2013.
2. WAID, Mark; KRAUSE, Peter; DALHOUSE, Andrew. Imperdoável. Volume 1. São Paulo: devir, 2013.
3. MARKWAID. Disponível em: <http://markwaid.com/> Acesso em: 09 nov 2013.
4. PETER Krause. Wordpress. I still love my pencil: A drawing blog from ilustrator Peter Krause. Disponível em: <http://peterkrause.wordpress.com/> Acesso em: 09 nov 2013.
5. ANDREW Dalhouse - FACEBOOK. Disponível em: <https://www.facebook.com/adalhouse> Acesso em: 09 nov 2013.
6. WIKIPEDIA. Laura Martin. Atualizado em: 21 jul 2013. Disponível em: <http://en.wikipedia.org/wiki/Laura_Martin> Acesso em: 09 nov 2013.
7. BOOM! Studios. Disponível em: <http://www.boom-studios.com/catalogsearch/advanced/result/?name=irredeemable&x=-1093&y=-52> Acesso em: 09 nov 2013.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Tarde de autógrafos: Amores (im)possíveis

Não estive presente no lançamento da coletânea "Amores (im)possíveis: Contos de amor"1, que aconteceu em São Paulo, no dia 19 de outubro. Fui privilegiado com a seleção de um conto meu, intitulado - "Na Praia". Todavia, hoje tive a alegria compartilhada com amigos do Curso de Farmácia da UNIFOR - Universidade de Fortaleza- numa tarde de autógrafos. Foi muito legal! Obrigado a todos especialmente na figura da Professora Sandra Rocha, que organizou o evento.


 

 
 




 


 

 


1. SHULAI, Leandro. Amores (im)possíveis: Contos de amor. Leandro Shulai [org]. São Paulo: Andross, 2013. Vários autores. ISBN: 978-85-99267-72-1.
2. UNIFOR - Universidade de Fortaleza. Disponível em: <http://www.unifor.br/index.php> Acesso em: 06 nov 2013.