sexta-feira, 18 de agosto de 2017

As Crônicas de Gelo e Fogo: A Tormenta de Espadas - Livro 3

"As Crônicas de Gelo e Fogo: A Tormenta de Espadas - Livro 3"1, de George R. R. Martin2, terceiro livro da série. Coleção com os cinco livros publicada pela Editora Leya3.
"Os Sete Reinos já sentem o rigoroso inverno que chega, mas as batalhas parecem estar mais cruéis e impiedosas. Enquanto os Sete Reinos estremecem com a chegada dos temíveis selvagens pela Muralha, numa maré interminável de homens, gigantes e terríveis bestas, Jon Snow, o Bastardo de Winterfell, que se encontra entre eles, divide-se entre sua consciência e o papel que é forçado a desempenhar. Robb Stark, o Jovem Lobo, vence todas as suas batalhas, mas será que ele conseguirá vencer os desafios que não se resolvem apenas com a espada? Arya continua a caminho de Correrrio, mas mesmo alguém tão desembaraçado como ela terá grande dificuldade em ultrapassar os obstáculos que se aproximam. Na corte de Joffrey, em Porto Real, Tyrion luta pela vida, depois de ter sido gravemente ferido na Batalha da Água Negra; e Sansa, livre do compromisso com o homem que agora ocupa o Trono de Ferro, precisa lidar com as consequências de ser a segunda na linha de sucessão de Winterfell, uma vez que Bran e Rickon estariam mortos. No Leste, Daenerys Targaryen navega em direção às terras da sua infância, mas antes ela precisará aportar às desprezíveis cidades dos esclavagistas. Mas a menina indefesa agora é uma mulher poderosa. Quem sabe quanto tempo falta para se transformar em uma conquistadora impiedosa?"4

 

1. MARTIN, George R. R. As Crônicas de Gelo e Fogo: A Tormenta de Espadas - Livro 3. Tradução: Jorge Candeias. 2 ed. São Paulo: Leya, 2012. 1482 p. ISBN: 978-85-8044-628-9.
2. GEORGE R. R. MARTIN. Disponível em: <http://www.georgerrmartin.com/> Acesso em: 18 ago 2017.
3. LEYA. Disponível em: <http://geral.leya.com.br/pt/> Acesso em: 18 ago 2017.
4. SARAIVA. A Tormentas de Espadas. Disponível em: <https://www.saraiva.com.br/a-tormenta-de-espadas-as-cronicas-de-gelo-e-fogo-vol-3-3647893.html> Acesso em: 18 ago 2017.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Projeto do Absurdo

Nada na cabeça! Quero dizer, nenhum plano para o futuro! Vou vivendo cada dia dentro das minhas possibilidades, e com isso meio desordenado, e vago, e impreciso! Didaticamente sei que isso não é correto. Devo me organizar e construir projetos de vida. Sério isso?! Mas por que? Não tenho o direito de ser um pouco anarquista e não ter obrigação com mais nada além do meu viver? Será que até para viver tenho que planejar? E meu ócio construtivo?! Não vale nada?

Acordar, sentar na cama, verificar se não estou sonhando ainda! Ir ao banheiro e fazer a rotina diária de barba, banho… Asseio! Café da manhã. Escolher e vestir alguma coisa que seja socialmente aceita. E ir para o trabalho!

- Bom dia! - Para os colegas que encontro!

- Olá! Tudo bem?! Vou indo e você – Só não sei para onde vou. Penso incoerente! 

- E os projetos? - Pergunta a colega. Olha aí eles de novo! Os tais projetos! O que é que eu faço com eles?

- Desculpe professora, mas dei um tempo nos projetos. - Ela olha para mim e sei que provavelmente está pensando - ‘O que é que esse rapaz tem na cabeça? Será que ele esqueceu que não pode ficar sem projetos?’

- Mas o que aconteceu professor? Não está em nenhum grupo de pesquisa?

- Não! Por problemas pessoais decidi dar um tempo nos projetos! - Mas uma vez ele olha e dar uma balançadinha no corpo.

- Estou reorganizando aquele grupo, sabe?! Ficou meio parado e precisamos retomar!

- Entendo! - Respondo olhando-a e percebo um sorriso enigmático.

- Bom! Espero que tudo corra bem com você! E volte para o nosso grupo de trabalho.

- Claro! Obrigado pelo interesse! 

- De nada professor – E ela saí. Certamente me achando completamente doido!

E mais uma vez me pergunto… - E daí?! O que é que isso vai mudar em minha vida? Está certo que podem ter motivos para tirar meu trabalho. - Não precisamos mais do senhor! Obrigado e até nunca mais! - E lá vou eu! “Nu com a mão no bolso!” Fico construindo essas imagens surrealistas e rindo comigo mesmo! Uma mente fértil em terreno infértil! Enquanto observo uma outra colega na mesa em seu computador, enquanto escrevo esse texto absurdo!

Gato

Estava sentado num banco enquanto aguardava a funcionária chegar e abrir a porta da sala onde ficaria. Então, um gato se aproxima, que pelas cores dos pelos, penso ser uma fêmea e junto com ela chega uma colega de trabalho.
- Esse gato pensa que eu sou a mãe dele. Estava ali sentada e ele perto de mim e agora veio junto comigo andando.
A funcionária que chegava naquele momento perguntou – A senhora tem animal em casa?
- Tenho cachorro!

- Ah! Então é o cheiro! Ele se sentiu atraído! - Penso! Mas o gato iria se sentir atraído pelo cheiro do cachorro! Mas se ainda fosse outro gato! Que insano! Ou estou errado! Acredito que ele queria mesmo era atenção ou que sabe um pedaço de pão.

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Comunhão

O ator / autor / roteirista Felipe Folgosi1, 2,  escreveu mais uma ótima história para HQ, juntamente com J. B. Bastos3, 4, talentosíssimo quadrinista, intitulada "Comunhão"5. Editado pelo Instituto dos Quadrinhos6, 7. Essa é a segunda HQ de Folgosi, já havia postado aqui sobre a primeira "Aurora"8.
Thriller psicológico. Um time de corrida de aventura resolve fazer seu próprio roteiro numa selva brasileira. Nisso, deparam-se com uma aldeia, na qual um religioso mantém  o poder através de práticas de sangue. Amy, umas das personagens relata a história a partir de sua perspectiva, anteriormente uma grande corredora, agora sofre de uma trauma após a morte de duas amigas enquanto praticavam esporte. E novamente se depara com uma situação de perigo.


1. PROJETO DRAFT. A reinvenção de Felipe Folgosi: de galão de nova a autor de HQ indié. Postado em: 02 dez 2014. Disponível em: <http://projetodraft.com/a-reinvencao-de-felipe-folgosi-de-gala-de-novela-tv-a-autor-de-hq/> Acesso em: 28 jul 2107.
2. IMDb. Felipe Folgosi. Disponível em: <http://www.imdb.com/name/nm0284259/bio?ref_=nmmi_bio_sm> Acesso em: 28 jul 2017.
3. JOÃO B. BASTOS - FACEBOOK. Disponível em: <https://www.facebook.com/joao.b.bastos.9> Acesso em: 28 jul 2107.
4. WILSON, Matt D. - COMIC ALIANCE. Legendary announces 'Pacific Rim' comic, new spy and crime series. Postado em: 25 mar 2015. Disponível em: <http://comicsalliance.com/legendary-pacific-rim-fialkov-grant-roberson/> Acesso em: 28 jul 2017.
5. FOLGOSI, Felipe; BASTOS, J. B. Comunhão. São Paulo: Instituto dos Quadrinhos, 2017. 144 p. ISBN: 978-85-69787-08-2.
6. INSTITUTO HQ - FACEBOOK. Disponível em: <https://www.facebook.com/search/top/?q=instituto%20hq> Acesso em: 28 jul 2017.
7. INSTITUTO HQ. Disponível em: <http://www.institutohq.com.br/> Acesso em: 28 jul 2017.
8. BANDA DESENHADA E FANTASIA - BLOGSPOT. Aurora. Postado em: 24 jun 2016. Disponível em: <http://irineu-bandadesenhadaefantasia.blogspot.com.br/search?q=aurora> Acesso em: 28 jul 2017. 

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Perry Rhodan: Sob as Estrelas de Druufon

Meu amigo virtual, quem sabe um dia tenha o prazer de conhecer - Dioberto (Dio), sempre pede para publicar as resenhas dos livros da Série Perry Rhodan1. O volume 76: "Perry Rhodan: Sob as Estrelas de Druufon"2, de autoria de Clark Darlton3, conta mais um história que se passou no segundo ciclo do personagem espacial mais emblemático que li.
Perry recebe ajuda de um ser misterioso de uma outra dimensão temporal. Numa situação quase fatal para ele, seu amigo Atlan - o Arcônida, e para Fellmer Lloyd, o mutante. Pois o confronto com o robô que agora é regente em Árcon, e os Druufs, seres dessa outra dimensão, ambos com poderosas frotas espaciais inimigas, estavam batendo a porta da Terra. Perry Rhodan precisa resguardar o Império Solar do aniquilamento ou da escravização. Retornando para sua base no planeta Fera Cinzenta, Perry Rhodan pede ajuda ao ser misterioso que há muitos decênios já prestara auxílio aos Terranos, tansmitindo um convite a este ser. 
O comandante Marcus Everson recorda o contato de Harnahan, de setenta anos antes, com um ser na forma de globo, que possuía poderes telepáticos capazes de cobrir distâncias equivalentes a 200 anos-luz. Esse ser, que também estava curioso em relação a raça humana, e que pretendia se encontrar com Rhodan no futuro. Dessa forma, orientado por Rhodan, segue para o sistema de Tatlira, especificamente o quarto planeta, que possuía cinquenta luas, em busca desse ser, e recebe uma mensagem do mesmo, que se encontrava na primeira estrela do sistema se reabastecendo de energia, como era um planeta muito quente pede que esse desça na maior lua do quarto planeta. A missão de Everson seria solicitar ajuda desse ser - Harno, de cinco milhões de anos, no combate aos Druufs.
Os Druufs estavam em luta com frota Árconida.
No universo dos Druufs, o tempo era setenta e duas vezes mais lento que no nosso. Rhodan segue para esse universo com três naves: Drusos, California e Kublai Khan. O sistema natal dos Druufs possuía duas estrelas gêmeas vermelhas. Rhodan manteve uma base secreta em Siamed-13 — o planeta Hades, no universo dos Druufs. Utilizando de artimanha, entra em contato com os Druufs, anunciando que o inimigo deles também era o dele - referindo-se as naves do robô-regente de Árcon, o planeta natal dos Druufs era Siamed-16. Recebeu em seguida contato e marcaram encontro no planeta. Todavia, Rhodan recebe uma mensagem telepática do ser que o ajudou anteriormente, pedindo que não confie nos Druufs e não descesse no planeta. Através de Harno, a imagem desse ser é projeta e tratava-se de um Druuf, um físico chefe, que não entende porque ajuda Rhodan, era como se o conhecesse.
Um Druuf de três metros de altura foi ao encontro da comitiva de Rhodan - Tommy-1. O corpo era quadrangular e pesado. Não havia cabelos, mas reconhecia-se claramente a cor da pele coreácea, variava entre marrom e negro, talvez devido à estranha luz crepuscular da tarde. O corpo maciço repousava sobre duas informes pernas em formato de coluna. A cabeça redonda media meio metro de lado a lado. O mais surpreendente eram os quatro olhos. Dois ficavam sob a testa, e dois na região correspondente às têmporas dos humanos. Arranjo que ampliava grandemente seu campo de visão, apesar de não lhes permitir olhar diretamente para trás. Não possuíam orelhas nem nariz, mas havia boca, em formato de triângulo equilátero. Da extremidade dos braços roliços pendiam dedos delicados, estranhamente desproporcionais à massa corporal.
Após o contato, no qual os Druufs requisitaram ajuda para lutar contra o regente Robô Arconida, estabelecendo paz com os Terranos - fato constatado como mentira pelos telepatas - e o mesmo entraria em contato com o conselho dos sessenta e seis, líderes do planeta.
Gucky e Harno seguem em excursão secretamente pela capital Druuf e recebem uma transmissão do alienígena telepata, que os Druufs pretendem atraiçoá-los. Imediatamente Harno o localiza e os dois se teletransportam. Constatam então que o Druuf amigo na verdade não era amigo, mas em sua mente coexistia uma outra inteligência que sabia que conhecia Perry Rhodan, mas não sabia explicar como. Apenas que vivia ocupando corpos de seres por toda parte, as vezes de seres menos inteligentes.
Rhodan é convidado a comparecer diante do conselho dos sessenta e seis - uma clara armadilha. Diante do conselho é comunicado que é prisioneiro. Recebe então mensagem telepática do do Druuf que tem a entidade em sua mente - Onot, comunicando que deve se apressar em fugir, pois milhares de naves Arconidas atacariam em uma hora os Druufs.
Metade da frota Arconida estava atacando os Druufs. Rhodan envia a nave Kublai Khan e Drusos de volta à Fera Cinzenta, enquanto ele seguia para a base secreta em Hades para encontrar o Tenente Stepan Potkin. Com a California, regressa ao plantena Druufon, para que Gucky e Harno resgatassem Onot. Que porém resolveu permanecer em Druufon. Rhodan começa a formular uma teoria sobre a origem de Onot, enquanto mantem vigilância em Hades. Recebe uma mensagem na qual o regente robô está desesperado por ajuda contra dos Druufs.


1. PERRY RHODAN. Disponível em: <http://www.perry-rhodan.com.br/> Acesso em: 10 ago 2015.
2. DESERTO DE GOBI (GALAXIA) - Blogspot: Carlos Eduardo. Perry Rhodan: P-076 - Sob as Estrelas de Druufon - Parte 1. Postado em: 10 set 2013. Autor: Clark Darlton; Tradução: Maria Madalena Würth Teixeira. Disponível em: <http://deserto-de-gobi.blogspot.com.br/2013/09/p-076-sob-as-estrelas-de-druufon-clark_10.html> Acesso em: 10 ago 2015.
3. PERRYPEDIA. Clark Darlton. Atualizado em: 12 jul 2017. Disponível em: <https://www.perrypedia.proc.org/wiki/Clark_Darlton> Acesso em: 19  jul 2017.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Deuses Americanos - Edição Preferida do Autor

Estou de férias e passei a última semana em Rio Quente1, desfrutando das águas termais, meio que cozinhando lentamente, na companhia de minha esposa. Não nego que é uma delícia sentir aquele calorzinho na pele e poder mergulhar e nadar naquelas águas deliciosas. Todavia, nas horas em que estava no quarto do hotel, desfrutei da leitura de "Deuses Americanos - Edição Preferida do Autor"2, de Neil Gaiman3, 4. Todo dia mergulhava um pouco nessa história fantástica e cheia de reviravoltas. Não assisti a nenhum episódio da série de televisão5, para que assim, ao ler o livro, podesse criar meus próprios cenários mentais. Isto é, quando vejo um filme ou série, e somente depois leio o livro, os cenários são as imagens que vi, mas quando leio antes, tudo que estou lendo é construído em meus pensamentos, e a surpresa maior é quando vejo o filme e deparo-me com algo parecido com o que imaginei. Elogiar Gaiman é sempre redundante! Pois para mim é um dos melhores escritores da atualidade. Esse livro em especial, ganhou o Hugo6, o Nebula7 e o Bran Stoker8. Foi publicado em 2001 e a Edição Preferida do Autor não tem cortes. A edição que li foi publicada pela Editora Intríseca, em 20169.
'Um livro estranho. Um clássico imediato. Shadow Moon, um ex-presidiário de trinta e poucos anos que acabou de ser libertado e cujo único objetivo é voltar para casa e para a esposa - Laura, que morreu um acidente de carro. Wednesday, um homem de olhar enigmático que está sempre com um sorriso no rosto, embora pareça nunca achar graça de nada, que depois de apostas, brigas e um pouco de hidromel, Shadow aceita trabalhar para ele e embarca em uma viagem tumultuada e reveladora por cidades inusitadas dos Estados Unidos. Encontros e desencontros deparando-se com os deuses — os antigos (que chegaram ao Novo Mundo junto dos imigrantes) e os modernos (o dinheiro, a televisão, a tecnologia, as drogas) —, que estão se preparando para uma guerra que ninguém viu, mas que já começou. O motivo? O poder de não ser esquecido10.'


1. BASARELLO, Thiago Cesar - VIDA DE TURISTA. Rio Quente - GO. Postado em: 10 jul 2013. Disponível em: <http://www.vidadeturista.com/destinos/rio-quente-go.html> Acesso em: 17 jul 2017.
2. GAIMAN, Neil. Deuses Americanos - Edição Preferida do Autor. 1ª ed. Tradução: Leonardo Alves. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2016. 576 p. ISBN: 978-85-510-0072-4.
3. GAIMAN, Neil. Disponível em: <http://www.neilgaiman.com/> Acesso em: 17 jul 2017.
4. GAIMAN, Neil. Neil's work | Books | American Gods. Disponível em: <http://www.neilgaiman.com/works/Books/American+Gods/> Acesso em: 17 jul 2017.
5. GONZAGA, Rafael - OMELETE. Deuses Americanos | Episódio de estreia é quebra-cabeça instigante sobre relação entre divindades e homens. Postado em: 02 mai 2017. Disponível em: <https://omelete.uol.com.br/series-tv/artigo/deuses-americanos-episodio-de-estreia-e-quebra-cabecas-instigante-sobre-relacao-entre-deuses-e-homens/> Acesso em: 17 jul 2017.
6. THE HUGO AWARDS. Disponível em: <http://www.thehugoawards.org/> Acesso em: 17 jul 2017.
7. SFWA. Disponível em: <http://www.sfwa.org/2013/11/awards-profiteering-book-festival-empire-jm-northern-media/> Acesso em: 17 jul 2017.
8. HORROR WRITERS ASSOCIATION BLOG. Disponível em: <http://horror.org/> Acesso em: 17 jul 2017.
9. INTRÍSECA. Deuses Americanos. Disponível em: <http://www.intrinseca.com.br/livro/687/> Acesso em: 17 jul 2017.
10. SARAIVA. Deuses Americanos. Disponível em: <https://www.saraiva.com.br/deuses-americanos-9378911.html> Acesso em: 17 jul 2017.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Cinco por Infinitus: A Formação da Equipe

"Cinco por Infinitus: A Formação da Equipe"1, publicado pela Editora Ebal2 entre junho de 1970 e maio de 1973 em preto e branco. Vinte histórias, na qual o volume 19, veio também com a história número 20. Pode ser considerada uma das grandes obras de Esteban Maroto Torres3, 4, 5 espanhol que publicou a primeira história em 1967. Em 1984 teve mais cinco histórias publicadas - 'Zero Patrol'6 - na Inglaterra com retoques de Neal Adams7.
Cinco pessoas: professor de Astronomia - Antares; a psiquiatra - Alfa; a atriz - Libra; um ator coadjuvante de filme de ação - Argo; e um guarda-costas - Taurus são abduzidos e transportados para um outro planeta, onde encontram o ser chamado Infinitus. Ele pede ajuda dos cinco humanos, uma vez que o planeta mais próximo era a Terra. Todos no seu planeta haviam sido dizimados pelas máquinas que eles próprios criaram. Os cinco humanos concordam em ajudar e conseguem paralisar os robôs. A partir daí, eles aceitam participar de missões pela paz no universal.
Eu já havia lido a respeito, mas nunca tinha lido nenhuma história. Verdadeiramente interessante. Um conceito que pode muito bem acontecer com a evolução do conhecimento e a construção de computadores cada vez mais rápidos. E quem sabe com a construção de máquinas autoconscientes, o futuro seja das maquinas.


1. MAROTO, Esteban. Cinco por Infinitus: A Formação da Equipe, v. 1. Rio de Janeiro: EBAL, jun 1970.
2. GUIA EBAL. Disponível em: <http://guiaebal.com/> Acesso em: 07 jul 2017.
3. ESTEBAN MAROTO - BLOGSPOT. Official blog of Esteban Maroto. Disponível em: <http://estebanmarotoblog.blogspot.com.br/> Acesso em: 07 jul 2017.
4. ESTEBAN MAROT - PINTEREST. 193 melhore imagens de Estenban Maroto. Disponível em: <https://br.pinterest.com/maifrem/esteban-maroto/> Acesso em: 07 jul 2017.
5. WIKIPÉDIA. Esteban Maroto. Atualizado em: 14 dez 2014. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Esteban_Maroto> Acesso em: 07 jul 2017.
6. SAVAGE TALES - BLOGSPOT. Zero Patrol #1. Disponível em: <http://swords-and-veeblefetzers.blogspot.com.br/2010/12/zero-patrol-1-esteban-moroto-art.html> Acesso em: 07 jul 2017.
7. NEIL ADAMS. Disponível em: <http://nealadams.com/> Acesso em: 07 jul 2017.

domingo, 11 de junho de 2017

UFO Team

No dia 11 de junho de 2011 fiz a primeira postagem no blog, e aqui estou, seis anos depois ainda postando sobre livros, quadrinhos, viagens e tudo mais que for interessante, e que tive o prazer de ler, ouvir e sentir prazer por compartilhar com quem ler o que escrevo!!! Obrigado!!!

"UFO Team"1, minissérie em quatro edições, publicada na década de 1990, pela Trama Editora2, escrita por Marcelo Cassaro3 e desenhada por Joe Prado4, bem ao estilo das HQ's escritas no mesmo período pela Image Comics4.
Na minissérie, um dos personagens é o Capitão Ninja5, também criação de Cassaro, em 1991. Era um personagem cômico e nessa minissérie fez sua primeira aparição séria.
O roteiro trata de uma guerra entre duas raças alienígenas - os biometálicos Metaliano e os Traktorianos, seres que trocaram seus corpos por estruturas roboticas, preservando apenas os cérebros. E essa guerra chegou até a Terra. UFO Team, é uma equipe formada por um Traktoriano infiltrado no NORAD - North American Aerospace Defense Command - que tinha o intuito de dominar o planeta. Um Metaliano prisioneiro em NORAD, ajuda o UFO Team a vencer a ameaça. Essa história rendeu alguns frutos, inclusive uma HQ publicada em 2014 - Projeto AYLA6, postado aqui no blog.

 

 

1. CASSARO, Marcelo; PRADO, Joe. UFO Team. #1 - #4. São Paulo: Trama Editora.
2. WIKEPÉDIA. Marcelo Cassaro. Atualizado em: 24 jan 2017. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Marcelo_Cassaro> Acesso em: 11 jun 2017.
3. GUIA DOS QUADRINHOS. Joe Prado. Disponível em: <http://www.guiadosquadrinhos.com/artista/joao-joe-prado/936> Acesso em: 11 jun 2017.
4. GUIA DOS QUADRINHOS. Trama Editora. Disponível em: <http://www.guiadosquadrinhos.com/gibis-da-editora/trama-editorial/91> Acesso em: 11 jun 2017.
5. RUBENS JUNIOR - OS QUADRINHOS. Capitão Ninja / O personagem multiuso. Postado em: 30 mai 2011. Disponível em: <http://osquadrinhos.blogspot.com.br/2011/05/capitao-ninja-o-personagem-multi-uso.html> Acesso em: 11 jun 2017.
6. BANDA DESENHADA E FANTASIA - BLOG SPOT. Projeto AYLA. Postado em: 10 set 2016. Disponível em: <http://irineu-bandadesenhadaefantasia.blogspot.com.br/search?q=ayla> Acesso em: 11 jun 2017.

sábado, 3 de junho de 2017

Os Filhos de Safiri: O Novo a Princesa e o Cavaleiro

"Os Filhos de Safiri: O Novo a Princesa e o Cavaleiro"1, mais um clássico de Osamu Tezuka2, publicado pela primeira vez em 1959, agora republicado em edição história pela NewPop3.
"Rainha Safiri das Terras de Prata deu a luz à gêmeos, príncipe Daisy e princesa Violetta. O reino foi divido em dois. Afinal, quem deveria herdar a coroa de Terra de Prata? A duquesa de Dália era a favor da princesa Violetta, por ser sua madrinha, por isso sequestrou e abandonou o príncipe Daisy em uma floresta misteriosa para ser comido por monstros. O Rei de Terra de Prata, em um esforço para esconder o desaparecimento do príncipe, vestiu Violetta com as roupas do príncipe e a fez se passar por ambos e assim manter o reino unido. Enquanto isso, Daisy muda seu nome para Ronnie e é adotado por uma cerva chamado Papi, que foi encantada pela Deusa da Floresta para se tornar humana, mas somente durante a noite. Daisy cresce feliz e alegre ao lado de Papi, sem saber quem ele realmente é. De pouco a pouco os caminhos dos irmãos convergem e começam a mover seus destinos em direção um ao outro a cada aventura e dificuldade."3

 


1. TEZUKA, Osamu. Os Filhos de Safiri: O Novo a Princesa e o Cavaleiro. São Paulo: New Pop Editora, 2013. ISBN: 978-85-60647-66-8.
2. SILVA, Erik - OBVIOUS. Osamu Tezuka - de artista mortal à deus do mangá: breva biografia de um dos artistas japoneses mais influentes da História. Disponível em: <http://lounge.obviousmag.org/back_to_71/2014/02/de-artista-mortal-a-deus-do-manga.html> Acesso em: 03 jun 2017.
3. NEWPOP. Os Filhos de Safiri: O Novo a Princesa e o Cavaleiro. Disponível em: Os Filhos de Safiri: <http://www.newpop.com.br/?p=393> Acesso em: 03 jun 2017.

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Feridas - Kizu

Mangá de Otsuichi (Eiichi Nakata)1, com arte de Hiro Kiyohara2 - "Feridas: Kizu"3, originalmente publicado no Japão em 2008, por Kadokawa Shoten4 e publicado em 2015 pela JBC Editora5.
"Keigo e Asato frequentam uma classe para crianças que precisam de cuidados especiais. Um por que era agredido pelo pai; o outro, porque foi esfaqueado pela própria mãe. Os dois garotos são obrigados a guardarem em seus pequenos corpos o sofrimento, as feridas e as tristezas empurradas goela abaixo pelos adultos. Até que Asato descobre que possui um poder mais do que especial: ele agora é capaz de transferir os machucados alheios para o seu próprio corpo…"5
Um belo conto narrado em mangá. Retratando o amadurecimento de dois jovens.

 

1. GOODREADS. Otsuichi. Disponível em: <http://www.goodreads.com/author/show/746687.Otsuichi>  Acesso em: 02 jun 2017.
2. SUGARLESSE - HIRO KIYOHARA WEB SITE. <http://sugarless310.web.fc2.com/index.html> Acesso em: 02 jun 2017.
3. OTSUICHI; KIYOHARA, Hiro. Feridas - Kizu. São Paulo: JBC Editora, 2015.
4. KADOKAWA. Disponível em: <http://www.kadokawa.co.jp/> Acesso em: 02 jun 2017.
5. MANGÁS JBC. Feridas. Disponível em: <https://mangasjbc.com.br/feridas/> Acesso em: 02 jun 2017.

domingo, 30 de abril de 2017

Biocyberdrama

"Biocyberdrama"1, roteiro de Edgar Franco2, 3 e arte do inigualável Mozart Couto4, 5. A graphic novel que li foi publicada na Coleção Opera Brasil nº 166, da Opera Graphica Editora7, em 2003. A edição que consegui tem um cartão de autógrado, de número 785 de 1000, assinado pelos autores. Recentemente em 2013, uma nova edição ampliada saiu pela Editora UFG8.
"Imagine um futuro em que a transferência da consciência humana para chips de computador seja algo possível e trivial. Milhares de pessoas abandonarão seus corpos orgânicos por novas interfaces robóticas. Imagine que neste mesmo tempo e bioengenharia terá avançado tanto que permita a hibridização genética entre humanos e animais, gerando infinitas possibilidades de mixagem antropomórfica: seres que, em suas características físicas, remetem-nos imediatamente às quimeras mitológicas. Agora, imagine que estas duas espécies pós-humanas tornaram-se culturas antagônicas e hegemônicas disputando o podem em cidades-estado ao redor do globo, enquanto uma pequena parcela da população, uma casta oprimida e em vias de extinção, insiste e preservar características humanas, resistindo às mudanças. 'Biocyberdrama' narra a história de um resistente em meio a esse futuro pós-humano, com primorosa arte e fantástico roteiro inspirado em filósofos, artistas e cientistas que pensam o futuro da interação entre o homem e as tecnologias: telemática, robótica e genética."9


1. FRANCO, Edgar; COUTO, Mozart. Biocyberdrama, nº 16. São Paulo: Opera Graphica Editora, 2003. ISBN: 978-85-89601-14-5.
2. GOOGLE. Edgar Franco. Disponível em: <https://plus.google.com/117909033154248809886> Acesso em: 30 abr 2017.
3. A ARTE DO CYBERPAJÉ EDGAR FRANCO - BLOGSPOT. Disponível em: <http://ciberpaje.blogspot.com.br/> Acesso em: 30 abr 2017.
4. WIKIPÉDIA. Mozart Couto. Atualizado em: 13 mar 2017. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Mozart_Couto> Acesso em: 30 abr 2017.
5. MOZART COUTO IMAGENS. Disponível em: <https://mozartcoutoimagens.blogspot.com.br/> Acesso em: 30 abr 2017.
6. GUIA DOS QUADRINHOS. Capas Coleção Opera Brasil/Opera Graphica. Disponível em; <http://www.guiadosquadrinhos.com/capas/colecao-opera-brasil/co012100> Acesso em: 30 abr 2017.
7. WIKIPÉDIA. Opera Graphica. Atualizado em: 11 jul 2016. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Opera_Graphica> Acesso em: 30 abr 2017.
8. EDITORA UFG. Biocyberdrama Saga. Disponível em: <http://www.editora.ufg.br/catalogo/biocyberdrama-saga/> Acesso em: 30 abr 2017.
9. SARAIVA. Biocyberdrama. Disponível em: <http://www.saraiva.com.br/biocyberdrama-opera-brasil-193901.html> Acesso em: 30 abr 2017.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

O Divino

Graphic novel indicada ao prêmio Hugo Award1, "O Divino"2, arte dos irmãos Asaf Hanuka3 e Tomer Hanuka4 e roteiro de Boaz Lavie5. Publicado por Novo Século Editora LTDA6.
"QUANLOM é um país obscuro do sudeste asiático atrelado a uma cruel guerra civil; Mark é um ex-militar do Texas, especialista em explosivos, com um trabalho sem perspectivas e um bebê a caminho. Quando seu velho amigo Jason propõe um contrato militar lucrativo no Quanlom, Mark acaba se comprometendo com muito mais do que esperava. Em um lugar onde minas terrestres e espíritos antigos existem em igual medida, os dois homens devem escolher os seus aliados com cuidado, a fim de sobreviver. (...), O Divino é um belo retrato brutal e de tirar o fôlego de um mundo onde antigos poderes rivalizam com a guerra moderna… E ninguém escapa ileso."6


1. THE HUGO AWARDS. Disponível em: <http://www.thehugoawards.org/> Acesso em: 14 abr 2017.
2.  HANUKA, Asaf; HANUKA, Tomer; LAVIE, Boaz. O Divino. Tradução: Acácio Alves. Barueri, SP: Novo Século, 2016. 160 p. ISBN: 978-85-428-098-93.
3. ASAF HANUKA. Disponível em: <http://www.asafhanuka.com/> Acesso em: 14 abr 2017.
4. T.HANUKA. Disponível em: <http://thanuka.com/> Acesso em: 14 abr 2017.
5. BOAZ LAVIE. Disponível em: <http://www.boazlavie.com/> Acesso em: 14 abr 2017.
6. NOVO SÉCULO. O Divino. Disponível em: <http://www.gruponovoseculo.com.br/o-divino.html> Acesso em: 14 abr 2017.

sábado, 8 de abril de 2017

As Crônicas de Gelo e Fogo: A Fúria dos Reis - Livro 2

"As Crônicas de Gelo e Fogo: A Fúria dos Reis - Livro 2"1, de George Raymond Richard Martin2, da Editora Leya3, é mais um compêndio  dessa saga extraordinária.
Um cometa vermelho cruza os céus de Westeros, os Sete Reinos estão guerra. Os exércitos dos Stark e dos Lannister estão se preparando para o confronto final, e Stannis – irmão do falecido Rei Robert, desejoso de possuir um exército que lute pela sua reivindicação ao trono, alia-se a uma sacerdotisa que lida com magia negra. Porém, seu irmão mais novo Renly, também se proclama rei. E, enquanto isso, os Greyjoy planejam vingança contra todos os que os humilharam dez anos atrás, e com isso os irmãos Stark que estão em Winterfell, correm risco de morte. O anão/duende/meio homem Tyrion, assume a posição de mão do rei, e utilizando de sua inteligencia e também de força, pois parte duas vezes para lutar, consegue manipular o jogo. Do distante Leste, poderosos dragões estão prestes a chegar aos Sete Reinos, trazendo fogo e morte... Um perigo de proporções gigantescas, muito maior do que as grandes guerras!

Aliado a tudo isso, o papel de cada personagem começa e se firmar na história.

 

1. MARTIN, George R. R. As Crônicas de Gelo e Fogo: A Fúria dos Reis - Livro 2. Tradução: Jorge Candeias. São Paulo: Leya, 2012. 1190 p. ISBN: 978-85-8044-627-2.
2. GEORGE MARTIN. Disponível em: <http://www.georgerrmartin.com/> Acesso em: 12 mar 2017.
3. LEYA BRASIL - Catálogo. As Crônicas de Gelo e Fogo  Edição Pocket. <http://geral.leya.com.br/pt/literatura-fantastica/box-as-cronicas-de-gelo-e-fogo-edicao-pocket/> Acesso em: 12 mar 2017.

domingo, 12 de março de 2017

As Crônicas de Gelo e Fogo: A Guerra dos Tronos - Livro Um

"As Crônicas de Gelo e Fogo: A Guerra dos Tronos - Livro Um"1, primeiro volume de 'A Game of Thrones'2 de cinco, de George Raymond Richard Martin3, publicado em 1996, pela Bantam Spectra4. A Editora Leya5 editou uma coleção de luxo, em um box com os cinco volumes da série, e terminei hoje a leitura do primeiro volume.
"Dos lugares onde o frio é brutal, até os distantes reinos de plenitude e sol, George R. R. Martin narra uma história de lordes e damas, soldados e mercenários, assassinos e bastardos, que se juntam em um tempo de presságios malignos. As crônicas de gelo e fogo possui elementos comuns aos romances épicos, com componentes fantásticos e uma narrativa única. Cada capítulo é contado do ponto de vista de um personagem - embora todos sejam narrados em terceira pessoa - e cabe ao leitor a tarefa de definir o caráter dos envolvidos na trama. Afinal, o inverno está chegando! E para presentear os leitores, a aclamada saga foi lançada em versão pocket com capas especiais para colecionadores, uma edição digna da série medieval mais ambiciosa e imaginativa dos últimos anos."5


1. MARTIN, George R. R. As Crônicas de Gelo e FogoA Guerra dos Tronos  - Livro Um. Tradução: Jorge Candeias. São Paulo: Leya, 2012. 1070 p. ISBN: 978-85-8044-626-5.
2. WIKIPÉDIA. A Song of Ice and Fire. Atualizado em: 05 fev 2017.  Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/A_Song_of_Ice_and_Fire> Acesso em: 12 mar 2017.
3. GEORGE MARTIN. Disponível em: <http://www.georgerrmartin.com/> Acesso em: 12 mar 2017.
4. WIKIPÉDIA. Bantam Spectra. Atualizado em: 26 mar 2013. Diponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Bantam_Books> Acesso em: 12 mar 2017.
5. LEYA BRASIL - Catálogo. As Crônicas de Gelo e Fogo  Edição Pocket. <http://geral.leya.com.br/pt/literatura-fantastica/box-as-cronicas-de-gelo-e-fogo-edicao-pocket/> Acesso em: 12 mar 2017.

domingo, 5 de março de 2017

Sonho Febril

George Raymond Richard Martin1 hoje é mundialmente conhecido pelos livros 'A Game of Thrones'2 e a série de televisão3. Todavia, Martin escreveu outros livros de sucesso, e entre eles "Sonho Febril"4 - originalmente 'Fevre Dream', publicado em 1982. Publicação da Leya Editora LTDA.5, em 2015.
No roteiro do livro vampiros não são humanos que morrem e voltam a vida como sugadores de sangue, e sim uma raça que se desenvolveu paralela aos seres humanos. Esse seres 'o povo da noite' tem um período no mês que apresentam uma febre que somente é saciada com sangue de humanos ou mesmo de animais. Abner Marsh recebe uma proposta de sociedade do rico e sinistro aristocrata Joshua York, ele até chega a desconfiar que algo está errado. Mas nada que a possibilidade de receber milhares de dólares em ouro e construir o barco dos seus sonhos não o possa fazer mudar de ideia. Assim surge o Fevre Dream, o melhor e mais potente barco de todo o Mississipi. Uma embarcação magnífica que, ao navegar pelo rio, vai deixando pelo caminho uma coleção de histórias sombrias. Movido pela força do vapor, o sonho do capitão pode se transformar no maior pesadelo da humanidade. York, um vampiro jovem de oitenta e dois anos, controla sua sede a partir de uma fórmula que inventou, e tenta fazer com que sua gente aceite saciar a sede com ela, mas entra num embate com um antigo vampiro Damon Julian de centenas de anos, cuja loucura não tem solução e trata os humanos como gado.



1. GEORGE R. R. MARTIN. Disponível em: <http://www.georgerrmartin.com/> Acesso em: 05 mar 2017.
2. WIKEPÉDIA. A Game of Thrones. Atualizado em: 30 nov 2016. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/A_Game_of_Thrones> Acesso em: 05 mar 2017.
3. HBO. The official website for the HBO series Game of Thrones. Disponível em: <http://www.hbo.com/game-of-thrones> Acesso em: 05 mar 2017.
4. MARTIN, George R. R. Sonho febril. Tradução: Luis Reyes Gil. São Paulo: Leya, 2015. 363 p. ISBN: 978-85-441-0139-1.
5. LEYA BRASIL. Sonho febril. Disponível em: <http://geral.leya.com.br/pt/literatura-fantastica/sonho-febril/> Acesso em: 05 mar 2017.

sábado, 4 de março de 2017

O Rei Amarelo em Quadrinhos

"O Rei Amarelo em Quadrinhos"1, obra organizada por Raphael Fernandes2 e publicada pela Editora Draco3, em 2015. Na coletânea participaram diversos quadrinistas brasileiros: Pedro Pedrada, Tiago P. Zanetic, Lucas Chewie, Maurício R. B. Campos, Péricles Ianuch, Airton Marinho, Marcos Caldas, Erik Avilez, André Freitas, Tiago Rech, Victor Freundt, Rafael Levi, Samuel Bono e Raphael Salimena e capa de João Pirolla.
Oito HQ's em preto, branco e amarelo, baseadas no segundo livro de Robert W. Chambers (1865-1933)4 - 'O rei de amarelo'5, 6 publicado em 1895, com dez contos de 'terror cósmico' e considerado o seu melhor livro. Na qual o livro disserta sobre o roteiro de um peça teatral de mesmo nome do livro e que influencia a vida de todos que a leem.


1. O REI AMARELO EM QUADRINHOS. Raphael Fernandes (organizador). São Paulo: 2015. 164 p.  ISBN: 978-85-8243-154-2.
2. HQ CAFÉ - QUADRINHOS E CAFÉ. CAFEZINHO COM RAPHAEL FERNANDES. Disponível em: <http://hqcafe.com.br/hqs-nos-quadrinhos/cafezinho-com-raphael-fernandes/> Acesso em: 04 mar 2017.
3. EDITORA DRACO. O rei amarelo em quadrinhos. Disponível em: <http://editoradraco.com/2015/11/05/reiamarelohq/> Acesso em: 04 mar 2017.
4. WIKIPEDIA. Robert W. Chambers. Atualizado em: 06 fev 2017. Disponível em: <https://en.wikipedia.org/wiki/Robert_W._Chambers> Acesso em: 04 mar 2017.
5. INTRÍNSECA. O rei de amarelo. Disponível em: <http://www.intrinseca.com.br/livro/382/> Acesso em: 04 mar 2017.
6. FERRAZ, MELL - LITERATURE-SE. O rei de amarelo - Robert W. Chambers Disponível em: <http://www.literature-se.com/2015/02/resenha-o-rei-de-amarelo.html> Acesso em 04 mar 2017.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Príncipe Valente Vol. I - 1937-1938: Nos Tempos do Rei Arthur

"Príncipe Valente Vol. I - 1937-1938: Nos Tempos do Rei Arthur"1, 2, de Harold Rudolf Foster (Hal Foster, 16 ago 1892 - 25 jul 1982)3, tem agora mais uma reedição pelo selo Pixel Media4, da Ediouro Publicações de Passatempos e Multimidia Ltda. O primeiro volume vem com todas as tiras publicadas de 1937 a 1938, utilizando as provas originais das gravuras coloridas de Foster e os recursos de digitalização modernos. Foster não utilizou balões para contar a história de Val, o Príncipe Valente, com texto aparecendo abaixo e acima dos desenhos.
Dois filmes foram produzidos para o cinema em 19545 em 19976, além é claro o personagem também apareceu em outras mídias como animação, games, e outras edições de quadrinhos.
Príncipe Valente é um jovem príncipe e sua história começa num pantano no norte da Europa, quando sua família foi expulsa do seu reino por um usurpador. Nas suas aventuras ele viaja para terras distantes, combate invasores hunos e saxões, e se torna cavaleiro do lendário Rei Arthur.



1. FOSTER, Harold Hal. Príncipe Valente Vol. I - 1937-1938: Nos Tempos do Rei Arthur. Rio de Janeiro: Pixel Media, 2016. 116 p.
2. WIKIPÉIDIA. Príncipe Valente. Atualizado em: 08 ago 2016. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Pr%C3%ADncipe_Valente> Acesso em: 12 fev 2017.
3. WIKIPÉDIA. Hal Foster. Atualizado em: 02 jan 2017. Disponível em: <https://en.wikipedia.org/wiki/Hal_Foster> Acesso em: 12 fev 2017.
4. EDIOURO. Disponível em: <http://www.ediouro.com.br/novo/> Acesso em: 12 fev 2017.
5. YOUTUBE. Príncipe Valente 1954. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=CKdq4XZsy9A> Acesso em: 12 fev 2017.
6. YOUTUBE. Prince Valiant. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=y7pN9bMGuoQ> Acesso em: 12 fev 2017.

sábado, 11 de fevereiro de 2017

O Perfuraneve

"O Perfuraneve"1, de Jacques Lob2 (18 ago 1932 - 30 jun 1990), Jean-Marc Rochette3 e Benjamim Legrand4. Originalmente: 'Le Transperceneige'. Clássica BD francesa, considerada umas das melhores histórias de ficção científica. O primeiro volume foi publicado em 1984 e, após a morte de Lob, Benjamin Legrand deu continuidade ao trabalho e publicou os dois volumes seguintes: O Explorador (1999) e A Travessia (2000). O encadernado da Editora Aleph5 traz o texto integral, unindo os três volumes.
Em 2013, a obra foi adaptada para o cinema com o título de 'O Expresso do Amanhã'6.
Num futuro trágico, no qual uma catástrofe nuclear mergulhou a Terra num inverno sem fim, com temperatura abaixo de 80ºC, o seres humano encontram salvação num trem expresso que roda sem parar. Divididos em casta ocupando centenas de vagões, os seres humanos seguem adorando a santa locomotiva e sua máquina que não para. Com conflitos regiosos, políticos e sexuais.




1. LOB, Jacques; ROCHETTE, Jean-Marc; LEGRAND, Benjamin. O Perfuraneve. Tradução: Daniel Lühmann. São Paulo: Aleph, 2015. ISBN: 978-85-7657-212-1.
2. LAMBIEK. Jacque Lob. Disponível em: <https://www.lambiek.net/artists/l/lob_jacques.htm> Acesso em: 11 fev 2017.
3. BEDETHEQUE. Jean-Marc Rochette. Disponível em: <http://www.bedetheque.com/auteur-432-BD-Rochette-Jean-Marc.html> Acesso em: 11 fev 2017.
4. WIKIPÉDIA. Benjamin Legrand. Atualizado em: 26 set 2016. <https://fr.wikipedia.org/wiki/Benjamin_Legrand> Acesso em: 11 fev 2017.
5. EDITORA ALEPH. O Perfuraneve. Disponível em: <http://www.editoraaleph.com.br/o-perfuraneve/p> Acesso em: 11 fev 2017.
6. ADORO CINEMA. O Expresso do Amanhã. Disponível em: <http://www.adorocinema.com/filmes/filme-123530/> Acesso em: 11 fev 2017.

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Promethea - Edição Definitiva - Volume Um

"Promethea - Edição Definitiva - Volume Um"1, de Alan Moore2 - roteiro, J. H. Williams III3 - Arte e Mick Gray4 - ate-final, publicada a partir de agosto de 1999 pela DC Comics, com o selo America's Best Comics5. Volume de capa dura publicado pela Panini Books6, em  2015. Anteriormente tinha lido algumas histórias e achado fantásticas, mas agora nesse volume com as dezesseis primeiras histórias fiquei extasiado. Promethea é muito legal!!! Foram publicados trinta e dois números, e agora é aguardar o segundo volume.
Sophie Bangs é uma estudante universitária de um universo alternativo, vive numa New York futurista no ano de 1999. Ela tem o corpo e mente possuidos pela entidade mística conhecida como Promethea, uma guerreira que teve várias reencarnações.


1. MOORE, Alan; WILLIANS III, J. H.; GRAY, Mick. Promethea - Edição Definitiva - Volume Um. Tradução: Octávio Aragão. Barueri, SP: Panini Books, 2015. ISBN: 978-85-8368-060-4.
2. OLIVEIRA, Miguel -  O VÍCIO. 10 HQs & Graphic Novels de Alan Moore que você deveria ler! Postado em: 25 nov 2016. Disponível em:<http://ovicio.com.br/10-comics-graphic-novels-de-alan-moore-que-voce-deveria-ler/> Acesso em: 27 jan 2017.
3. J H WILLIANS III. Disponível em: <http://www.jhwilliams3.com/> Acesso em: 27 jan 2017.
4. MICK GRAY. Disponível em: <http://mickgray.net/wp/> Acesso em: 27 jan 2017.
5. DC COMICS. America's Best Comics. Disponível em: <http://www.dccomics.com/graphic-novels/americas-best-comics> Acesso em: 27 jan 2017.
6. HOTSITEPANINI. Promethea. Disponível em: <http://hotsitepanini.com.br/vertigo/series/promethea/> Acesso em: 27 jan 2017.

sábado, 21 de janeiro de 2017

O ORFANATO DA SRTA. PEREGRINE PARA CRIANÇAS PECULIARES

"O orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares"1, de Ransom Riggs2, foi publicado originalmente em Inglês pela Quirk Books3 em 2011. A edição que li foi publicada em Português pela Leya Editora Ltda4, na sua quarta edição em 2015. Já trazendo na capa os atores que estrelaram em 2016 o filme "O lar das crianças peculiares"5, da Twenteith Century Fox6, que até o momento ainda não vi, e se for metade do que é o livro, deve ser muito bom.
O livro é leve e gostoso de ler. Jacob é um adolescente que passou boa parte da vida ouvindo as histórias do seu avó, sobre um orfanato em uma ilha, na remota costa do País de Gales, que abrigava crianças que eram 'diferentes'. Ele acreditava nas histórias do avô, mas cresceu e viu que não faziam muito sentido. Até o dia em que ele viu o próprio avô ser atacado por um monstro e morrer, mas ninguém acreditou no seu relato, e o próprio achava que estava enlouquecendo. Jacob ou Yakob, segue então numa busca para provar ou refutar tudo que aprendeu com o avô.



1. RIGGS, Ranson. O orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares. 4ª ed. Tradução: Edmundo Barreiros e Marcia Blasques. São Paulo: Leya, 2015. 336 p. ISBN: 978-85-441-0474-3.
2. RANSOM RIGGS. Disponível em: <http://www.ransomriggs.com/> Acesso em: 21 jan 2017.
3. QUIRK BOOKS. Disponível em: <http://www.quirkbooks.com/> Acesso em: 21 jan 2017.
4. LEYA EDITORA. Disponível em: <http://geral.leya.com.br/pt/> Acesso em: 21 jan 2017.
5. ADORO CINEMA. Disponível em: <http://www.adorocinema.com/filmes/filme-194075/> Acesso em: 21 jan 2017.
6. FOX MOVIE. Disponível em: <http://www.foxmovies.com/> Acesso em: 21 jan 2017.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

The Ghost en the Shell

"The Ghost en the Shell"1, originalmente publicado no Japão como série trimestral, entre 1989 e 1990, na revista Young Magazine Kaizobukan. De autoria de Shirow Masamune2, e classificado como mangá cyberpunk. Publicado em único volume em 2016 pela Editora JBC3. Inicialmente achei meio confuso, mas é normal quando você é introduzido num universo futurístico, onde os seres humanos tem partes do corpo substituídas por máquinas e você tem uma gama de personagens e conflitos acontecendo, mas depois de ambientado tudo corre bem e a história é bastante interessante e prende do início ao fim. E o interesse pelo mangá aumentou, uma vez que em 2017 irá estrear o filme com a atriz Scarlet Johansson4, álem é claro anime5.


 1. MASAMUNE, Shirow. Ghost in the Shell. São Paulo: Editora JBC, 2016. 352 p. ISBN: 978-85-457-0232-0.
2. WIKIPEIDIA. Masamune Shirow. Disponível em: <https://en.wikipedia.org/wiki/Masamune_Shirow> Acesso em: 16 jan 2017.
3. JBC MANGÁS. Ghost in the Shell. Disponível em: <http://mangasjbc.com.br/the-ghost-in-the-shell/> Acesso em: 16 jan 2017.
4. YOUTUBE. Ghost in the Shell Official Trailer 1 (2017) - Scarlett Johansson Movie. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=G4VmJcZR0Yg> Acesso em: 16 jan 2016.
5. SUPERANIMES. Ghost in the shell. Disponível em: <http://www.superanimes.com/ghost-in-the-shell-stand-alone-complex> Acesso em: 16 jan 2017.





sábado, 14 de janeiro de 2017

YESHUAH ABSOLUTO

"YESHUAH ABSOLUTO"1, roteiro e arte de Laudo Ferreira2 e arte-final de Omar Viñole3. O nome hebráico Yeshua (ישוע/ יֵשׁוּעַ) é uma forma alternativa de Yehoshua que vem do original paleo-hebráico YEHOSHUA (יהושע) Josué, e é o nome completo de Jesus, Yeshua Hamashiach ישוע המשיח (transliterado ao grego Yeshua fica: Ιησου'α, "Iesua"/"Ieshua" [também Ιησου'ς, "Iesu' "/"Ieshu' "/"Iesus"]; Yehoshua [יהושוע/ יְהוֹשֻׁעַ‎] fica: Γεχοσούαχ) (em arabe Yeshua fica: يسوع "Yesu' "/"Yesua"/"Yasu' "/"Yasua"/"Yashua"; Yehoshua fica: يوشع "Yeusha"/"Y'usha"/"Yusha"/"Yush'a"/"Yushua"/"Y'ushua")4.
Primeira edição publicada em abril de 2016 pela Devir Editora5, capa dura, preto e branco contendo os três números anteriormente publicados separadamente. No roteiro a História de Jesus é contada pela visão de Maria Madalena.
"(...) Na primeira parte da Trilogia, Jesus é introduzido no final da história juntamente com seu irmão, ambos seguidores do batista Yohanán, e, no meio do Jordão, entre tantos fiéis, conhecem Miriam, uma mulher independente e desejosa de conhecer novas verdades espirituais, que acreditava ter encontrado em Yohanán, até conhecer o misterioso Yeshu.
Na segunda parte da Trilogia Yeshuah, conhecemos a formação do grupo de seguidores de Jesus, a entrada de Maria Madalena no grupo, como reagem os altos sacerdotes diante do aparecimento de um novo carismático pregador logo após a morte do profeta João Batista. A terceira parte aborda os desdobramentos políticos e religiosos que os ensinamentos e curas provocam entre judeus e romanos. Encontramos uma figura de Jesus que procura viver de acordo com suas crenças até o fim e muitas vezes é incompreendido por sua família, pelos sacerdotes, pelo povo ou mesmo por seus discípulos, mas encontra em Miriam Magdalit (Maria Madalena) uma companheira com quem divide suas inquietações."5




1. FERREIRA, Laudo; VIÑOLE, Omar. Yeshuah absoluto. 1ª ed. São Paulo: Devir, 2016. 544 p. ISBN: 978-85-7532-632-9.
2. LAUDO FERREIRA JR - FACEBOOK. Disponível em: <https://www.facebook.com/people/Laudo-Ferreira-Jr/100000192780918> Acesso em: 14 jan 2017.
3. BLOG DO BANDA - OMAR VIÑOLE - BLOGSPOT. Disponível em: <http://blogdobanda.blogspot.com.br/> Acesso em: 14 jan 2017.
4. WIKIPÉDIA.  Yeshua. Atualizado em: 28 set 2016. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Yeshua> Acesso em: 14 jan 2017.
5. DEVIR. Yeshuah absoluto. Disponível em: <http://devir.com.br/yeshuah-absoluto/> Acesso em: 14 jan 2017.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Asterix

Asterix1, 2 é uma BD de origem francesa, no site oficial estão listados 37 volumes publicados. Criada em 1959 por Albert Uderzo3 e René Goscinny4. Inicialmente lançado na revista Pilote5, e posteriormente como album a partir de 1961, o primeiro foi Asterix o Gaulês, e então anualmente foi lançado um album. Goscinny faleceu em 1977 e Uderzo prosseguiu até se aposentar em 2003. Foram 35 albuns publicados até então. Posteriormente mais dois foram publicados por outros autores.
Nas minhas caçadas por boas leituras, encontrei 14 desses albuns publicados em português, entre o final da década de 1960 e início de 1990, pela Cedibra6 e Editora Record7. Já havia lido muita coisa da série quando garoto, mas não tinha até então nenhuma BD da coleção.
As que garimpei até agora foram: Asterix e Cleopatra; O combate dos chefes; Asterix na Hispânia; Asterix entre os Helvéticos; Asterix gladiador; Asterix e os Godos; Asterix Legionário; Os louros de César; O adivinho; A Odisséia de Asterix; O filho de Asterix; As 1001 horas de Asterix; A rosa e o gládio; e Asterix e a surpresa de César, essa última uma história ilustrada.
Asterix reside com seus amigos em uma pequena aldeia gaulesa situada em uma península na Armórica, ao norte da antiga Gália. Para resistir ao domínio romano, os aldeões contam com a ajuda de uma poção mágica que lhes dá uma força sobre-humana, preparada pelo druida Panoramix. Obelix, que caiu dentro de um caldeirão cheio da poção quando ainda era bebê, adquiriu permanentemente a superforça, é o único que não pode beber a poção2.
Da BD, derivou-se animação, filmes e até um parque de diversões.


Image result for asterix 


1. ASTÉRIX. The official Astérix website. Disponível em: <http://www.asterix.com/> Acesso em: 11 jan 2017.
2. WIKIPÉDIA. Asterix. Atualizado em: 21 out 2016. Disponível em: <https://pt.wikipedia.org/wiki/Asterix> Acesso em: 11 jan 2017.
3. ASTÉRIX. Albert Uderzo. Disponível em: <http://www.asterix.com/the-creators/albert-uderzo/> Acesso em: 11 jan 2017.Albert
4. ASTÉRIX. René Goscinny. Disponível em: <http://www.asterix.com/the-creators/rene-goscinny/> Acesso em: 11 jan 2017.
5. LAMBIEK. Pilote (1959-1989). Disponível em: <https://www.lambiek.net/magazines/pilote.htm> Acesso em: 11 jan 2017.
6. GUIA DOS QUADRINHOS. Cedibra. Disponível em: <http://www.guiadosquadrinhos.com/editora/cedibra/30> Acesso em: 11 jan 2017.
7. GRUPO EDITORIAL RECORD. Disponível em: <http://www.record.com.br/lancamentos.asp> Acesso em: 11 jan 2017.